MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SupClub
SUP Expedition
Por Roberta Borsari em 08/07/15
Nossa colunista, Roberta Borsari, conta em detalhes como foi sua SUP trip à Costa Rica com um grupo de remadoras.
SUP Expedition à Costa Rica Foto: Arquivo pessoal
SUP Expedition à Costa Rica Foto: Arquivo pessoal

Um país com cerca de 1/3 de seu território com áreas preservadas através de parques nacionais. Banhado pelo pacífico e o mar do caribe, sem exército, conhecido como o país mais feliz do mundo e que tem como saudação a expressão: PURA VIDA! Esta é a Costa Rica, um destino incrível e que merece ser preservado.

Por acaso, este paraíso da América Central também se mistura com a minha história.

Minha primeira visita foi em 1998, para fazer um estágio como instrutora de rafting na companhia Rios Tropicales. Foi na região de Turrialba que me envolvi com as descidas de rio com caiaque e que mais tarde me levou a me desenvolver e competir em outras modalidades do remo. Anos depois voltei ao país para representar o Brasil no mundial de kayaksurf. E nesta minha última visita, em maio deste ano, retornei com um grupo de remadoras para desbravar rios, lagos e praias de SUP – projeto em parceria com a operadora Freeway Viagens. Foram momentos de vida e modalidades diferentes, mas sempre passando por país tão querido por todos os amantes de aventura e natureza.

Não é a toa que este país é conhecido como um verdadeiro “playground” dos esportes de aventura. Uma rica diversidade de fauna, flora com ambientes variados para curtir o SUP e outros esportes em meio a natureza perservada. E nossa SUP Expedition, como foi batizada começou pela região de Guanacaste, onde fizemos nossa primeira base em Tamarindo, um ponto turístico movimentado e bem conhecido.

Nosso objetivo era desbravar as praias da região com remadas em diversos ambientes.

Levamos todos os nossos equipamentos e utilizamos os SUP’s infláveis para facilitar toda a logística. As remadoras tinham perfis variados: a Thais adora viajar e queria curtir um novo destino com o esporte que adora, a Creusa, sempre enérgica, estava iniciando nas competições de race, a Monica é uma grande amiga e parceira das aventuras desde as provas de rafting e a Natalina estava iniciando no esporte com uma super disciplina. E o que todas tinham em comum era o prazer de remar de SUP, muita energia e ótimo astral! O que fez a viagem ser ainda mais especial!

Começamos pela praia de Conchal, baía de águas claras e com uma grande pedra em uma de suas pontas. Visitamos Danta e Dantita duas praias próximas de areia negra e água azul clara. Este foi um “achado”, quando buscávamos uma alternativa para um dos dias em que as ondas estavam grandes em todos os locais - fruto do swell que bateu forte no pacífico no começo de maio deste ano.

Remamos também no estuário de Tamarindo, local indicado para ir somente com apoio e orientação, de preferência para pegar a maré cheia. Isto por conta dos crocodilos que habitam o local. O rio tem um visual muito bonito e é possível parar e caminhar na mata para ver os macaquinhos, mas não por acaso, ninguém quis ficar nadando ou pulando do sup.. hehe! Vale o passeio!

Entre uma remada e outra nos deleitávamos com a gastronomia local, fosse com o arroz com camarones, outros pratos com frutos do mar ou os tradicionais “casados”, versão do PF brasileiro, com arroz, feijão, salada, banana frita e uma proteína à escolha...tudo sempre regado a salsa tradicional: Lizano (que recomendo trazer algumas embalagens na bagagem)

Vale comentar que este é um destino que se come muito bem com preços honestos.

Nossa segunda base foi mais ao sul de Guanacaste, na praia de Samara, saindo de uma região mais movimentada para outra mais tranqüila, mas não menos bela, charmosa e cheia de atrativos.

Depois de vários dias de remo, mesmo que a mente estivesse pilhada para desbravar novos locais, já era perceptível os sinais cansaço no corpo. Uma vez que nossa rotina era composta por remadas de cerca de 2 ou 3 horas com paradas para descanso, mergulhos e muitas fotos. Alongamento, hidratação constante, boa alimentação e horas de sono contribuíram para nossa recuperação. A praia de Carrilo foi uma das melhores remadas, o visual com a praia cheia de coqueiros e uma costa recortada gerou imagens espetaculares.

Ficamos algumas horas na água, percorrendo a baía, saindo um pouco em mar abeto para sentir a ondulação de fora. Esta foi a despedida do litoral pois a nossa próxima parada seria no interior. Todas estas praias que citei são ótimas para remadas, com baías protegidas e uma mais bela que a outra. Recomendo!

Depois de passar por tantas praias partimos para a remada mais especial de todas. No lago que fica aos pés do vulcão ativo Arenal. Uma experiência incrível para todas, inclusive para mim. O lago é extenso, mas há uma área mais protegida dos ventos onde é possível remar bem pertinho do vulcão e sentir toda sua energia. Atualmente é possível avistar a fumaça que sai dele, mas o Arenal já não expele lava há alguns anos. Quando estive lá em 1998 ainda era possível jantar em restaurantes com vista para o vulcão para apreciar suas lavas durante a noite.

E onde há um vulcão há também “águas calientes” e terminar esta viagem nas termas do rio Tabacon foi espetacular! Relaxar a musculatura em cascatas de águas quentes nos deixou nova e com uma vontade enorme de começar tudo de novo! Desbravar, curtir e trocar experiências!

Tudo o que escrevi aqui é apenas uma pequena amostra do que este país pode oferecer, não apenas para os supistas, mas para todos que adoram natureza e esportes de aventura, como rafting, cannoing, arvorismo, corrida de montanha, bike e tantos outros. E se for falar sobre o surf então...aí precisamos de uma outra coluna. Então se você ficou inspirado ou pretende remar neste paraíso, só tenho uma coisa a dizer: PURA VIDA! VÁ EM FRENTE!

 

Veja também
SupClub

SupClub

Expedição Ilha de Páscoa

SupClub

SupClub

Austrália, um SUPer país

supclub

supclub

SUPtrips da Bebeta: Aventure-se!

supclub

supclub

SUPtrips da Bebeta: a busca de apoios, patrocínios e espaço na mídia

supclub

supclub

SUPtrips da Bebeta: Expedição Alcatrazes

supclub

supclub

SUPtrips da Bebeta: SUP trip em Galápagos

supclub

supclub

SUPtrips da Bebeta: Embarcando de SUP e kayak na história do surf!