MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Doctor SUP
Dor no ombro vindo da lombar
Por Redação SupClub em 15/03/19
Confira a matéria desta semana do nosso colunista Fabiano Bartmann.
720x420
Os remadores de paddleboard tem que ter muita força e preparo na região lombar para aguentar as remadas de longa distância. Na foto o remador brasileiro Patrick Winkler Foto: Divulgação.

 

No artigo anterior, falei sobre a dor na região do ombro e lancei uma pergunta: qual a relação das disfunções da lombar que influenciam no ombro?

 

Bom, existe um músculo na região da lombar que se chama Grande Dorsal, que inicia nas últimas vértebras dorsais, todas as lombares, no sacro e na crista ilíaca e se insere no úmero. Tem como função adução (fechar o braço), extensão (baço para trás) e rotação medial (rodar o braço para dentro).

Como muitos remadores pesquisados e nos artigos, relatam dor na região lombar, quando o Grande Dorsal está encurtado ou fadigado ou em espasmo, ele diminuiu a sua atuação e sobrecarrega as outras estruturas musculares do ombro, por esse motivo favorece a dor.

A dor lombar, é bem comum em remadores e atualmente, se fala muito em fraqueza e fadiga da região do CORE (a palavra CORE vem do inglês que significa centro, núcleo. São os músculos profundos da região abdominal, lombar e pélvica que têm como finalidade manter a estabilidade dessa região).

960x640
Remadora em ação usando força total no sprint Foto: Divulgação.

 

Para compreender a dor, temos que entender a cinesiologia e biomecânica da remada. Todas as fases e explicações das remadas, são excepcionalmente espetaculares de estudar, mas isso é trabalho para os técnicos, preparadores físicos (Profissionais de Educação Física) e fisioterapeutas dos atletas e das equipes. Quem sabe um grupo de estudo em SUP no Brasil? Seria inédito no mundo, isso eu vou contar em outro artigo.

 

Em resumo, quando iniciamos a remada, o corpo faz flexão, utilizando os grupos musculares da região anterior do abdômen, é gerado força na região de cintura escapular, ativa o CORE para estabilizar o tronco e por último os músculos da região posterior da lombar, para fazer extensão do tronco.

Entendendo tudo isso, a justificativa para a dor na região lombar envolve diversos fatores e o mais conhecido de todos, é a preparação física. Quanto mais preparado, mais tempo resiste e é menor o desgaste físico, óbvio.

Outro fator que me chamou a atenção na pesquisa e foi muito citado nos artigos consultados, é a variação das correntes da água. Por exemplo, aqui no RS, mais precisamente em Porto Alegre, dizemos que o Rio Guaíba (uns dizem laguna e outros dizem lago) é uma das águas mais traiçoeiras do Brasil, tu nunca sabes quando a correnteza vai mudar ou vento vai começar e pior, quando vai acontecer ambos os fenômenos. Isso nos traz um diferencial nos campeonatos, outros grupos treinam em rios e lagos.

Essa variação de corrente interfere e influência muito na remada, um momento tu estás remando contra a correnteza, depois a favor, depois de lado e de repente tem onda. Essa variação faz com que o remador precise corrigir o remo tempo inteiro, isso aumenta a ativação de vários grupos musculares ao mesmo tempo e favorecendo a aceleração da fadiga dos músculos e do corpo.

Voltando a começo do texto, agora podemos entender a influência da lombar no ombro.

Outra pergunta para pensar para o próximo artigo: só a fadiga da região lombar, é responsável pela dor na lombar e no ombro? Dessa vez não está nos artigos que pesquisei, e sim, num conhecimento mais antigo sobre postura.

 

Desejo a todos um bom início de temporada nos campeonatos pelo Brasil!!!!

 

Fabiano Bartmann

Fisioterapeuta

Profissional de Educação Física

Especialista em Acupuntura

Formação em Shiatsu

Professor da Faculdade Sogipa

Campeão na categoria Race Master, na Copa União de SUP no RS, em 2017

Campeão na categoria Race Master, na Federação Gaúcha de SUP, em 2018

Praticante de diversos esportes de aventura

Veja também
Leitura Dinâmica

Leitura Dinâmica

Pontos importantes antes da competição

Doctor SUP

Doctor SUP

Reforço muscular

Doctor SUP

Doctor SUP

Gelo vs Calor

Leitura Dinâmica

Leitura Dinâmica

SUP um esporte para todos

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

Treinamento: empirismo vs ciência

Doctor SUP

Doctor SUP

Pesquisas científicas em SUP

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

Atleta amador e eventos

Doctor SUP

Doctor SUP

Overtraining e Overuse

Doctor SUP

Doctor SUP

Roupas térmicas

Papo Reto

Papo Reto

Michel de Carli Ferreira

Doctor SUP

Doctor SUP

Colete Salva-vidas

Doctor SUP

Doctor SUP

Comunicação na água

SUP Surviver

SUP Surviver

Localização na água

Doctor SUP

Doctor SUP

Michel de Carli Ferreira

Doctor SUP

Doctor SUP

Rastreador de GPS

Doctor SUP

Doctor SUP

Givago Ribeiro