MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Doctor SUP
Técnicas de tratamento
Por Redação SupClub em 16/04/19
Confira a matéria desta semana do nosso colunista Fabiano Bartmann.
960x638
Doctor SUP Foto: Divulgação.

 

Existe inúmeras técnicas de tratamento, tipos de reabilitação, manobras e diversos outros nomes. Para entender como elas funcionam, o Brasil é um país complicado em fazer e impor regras e ao mesmo tempo, na minha opinião, tem regras importantes que outros países não têm. Isso também é da cultura de cada povo.

 

A grande maioria das técnicas ou formações não são exclusivas de alguma profissão, com a Fisioterapia, a Educação Física e a Medicina. Isso é definido por quem está oferecendo o curso ou quando o Conselho Federal determina e faz a lei valer (é raríssimo). Outra coisa importante, não existe profissional com formação ou curso inédito, alguém trouxe para o Brasil e vários fizeram, só se esse profissional fez o curso no exterior.

Vou escrever um pouco sobre as técnicas mais populares, que são utilizadas no esporte e explanar sobre o resultado a curto e longo prazo.

Acupuntura: é uma especialidade de quase todas as profissões, ninguém é dona dela e não existe mestrado no Brasil. Alguns Estados oferecem o curso como técnico e a maioria como especialização, isto é, precisa ser formado na área da saúde. Os resultados são muito rápidos, a técnica é obrigatoriamente indolor e pode deixar marcas de roxo, que somem logo.

1000x840
Doctor SUP Foto: Divulgação.

 

O resultado do tratamento depende muito da experiência do profissional, as agulhas devem ser descartadas (são muito baratas também). Eu utilizei muito nos campeonatos universitários, entre os jogos. Ela tem um segmento bem ortopédico, utilizados por alguns acupunturistas e obrigatoriamente junto, utilizam os princípios dos 5 elementos. Se não fizer isso, a técnica não funciona de forma eficaz.

 

Osteopatia: é uma especialidade exclusiva da Fisioterapia, que utiliza manobras de liberação muscular, de fáscias e vísceras. Ela manipula as articulações, mas de forma mais lenta e branda, se comparada com a Quiropraxia.

O resultado é um pouco mais lento, preconiza a resposta do corpo para a sua cura. Mas esse lento, depende de cada paciente, da sua história de lesões e traumas, da alimentação e do estado psicológico.

Quiropraxia: é uma especialidade da Fisioterapia e também tem 2 cursos de graduação no país. É conhecido como estalar as articulações. O resultado da resolução de dor, pode ser imediato e ao mesmo tempo, pode voltar o mesmo quadro no decorrer dos dias. A limitação da técnica, não tem manobras de relaxar a musculatura, quem “tirou” a articulação e a coluna do lugar, foram os músculos. Se eles continuarem tensionados, vão “tirar” do lugar.

788x382
Quiropraxia, Doctor SUP Foto: Divulgação.

 

Eu uso as manobras de Quiropraxia ou indico algum colega, quando preciso de um ajuste mais preciso, no final da sessão ou do tratamento. Já trabalhei toda a musculatura, relaxando-a e é nesse momento, que a técnica terá melhor resultado.

 

Pilates: na minha opinião pessoal, hoje é o melhor recurso terapêutico para alongamento. É mais rápido e eficaz, claro, dependendo da experiência do profissional. Alguns dizem que ela gera força e tônus muscular, né é bem verdade, na idade mais jovem. Ela utiliza molas para gerar tensão em locais instáveis, que é o principio da técnica. Estudos comprovam, em ambientes instáveis, não consegue gerar força.

Eu tenho muitos pacientes oriundos do Pilates, com dor na coluna, por falta de experiência do profissional e também, o aluno ou paciente que evoluir na técnica e para isso, precisa ir para o nível mais alto e o corpo não consegue suportar as acrobacias.

Bandagem funcional: ficou muito famoso nas olímpiadas, os atletas usavam aquelas fitas coloridas ou com tribais, muito show. É uma excelente técnica coadjuvante ou auxiliar no tratamento fisioterapêutico e de emergência para competir. Foi muito vendida e divulgada como técnica de tratamento, na minha opinião é uma sacanagem com o paciente. Ela funciona quando tu estás utilizando, depois que retira, volta como era antes o problema.

O atleta de SUP, fez uma lesão uns dias antes da prova e não teve tempo para fazer o tratamento ou ainda não fez efeito, eu indico a colocação da bandagem, é a única forma de ele conseguir competir sem dor. E de novo, a qualidade do resultado e eficácia da colagem, depende da experiência do profissional. Já conheci pessoas, que ministram curso de bandagem, que todas as fitas descolavam e fazia pouco efeito e reclamavam para mim, que pagaram por algo que não serviu para nada.

Ventosaterapia: ficou muito famoso com o Phelps da natação, nas olímpiadas, tinha um monte de bolas roxas no corpo. É uma técnica muito antiga e de grande eficácia. A contraindicação relativa é pele sensível, idosos e doenças de pele. O roxo tem algumas explicações: a pressão muito forte, muito tempo de aplicação e intoxicação da região ou do meridiano na Acupuntura. Em resumo, geralmente fica roxo.

Ela descola as camadas da pele, da fáscia e das fibras musculares, favorecendo a circulação sanguínea, oxigenando o tecido e promovendo a absorção dos metabólicos inflamatórios. Pode ser usado como massagem com vaselina.

Liberação miofascial: um amigo fisioterapeuta bem antigo, conversando como ele, brincou: finalmente descobriram a fáscia, que festa. Pois é, está na moda as técnicas de liberação, só que elas existem há séculos e nunca demos nome para ela. Trabalho com Shiatsu há 23 anos e sempre liberei a fáscia junto na sessão, mas nunca usei esse título.

Qualquer técnica de manobra física com atrito, vai liberar a fáscia. Essa membrana é aquela pele branca da carne, que envolve o músculo. Nem sempre a fáscia está aderida, pode ser encurtamento muscular ou processo inflamatório, que precisa de uma intervenção.

Recursos e técnicas terapêuticas, existem diversos e o mais importante que precisam saber: não existe resultado eficaz numa técnica isolada. Todos os recursos são excelentes, porém, quando associado com outro. E a técnica que utilizou que resolveu o teu problema, não quer dizer que vai resolver o meu. E outra coisa, se tu não gostas de agulha, não é obrigado fazer acupuntura por que faz bem, tem outras técnicas tão boas também.

Procurem o profissional que você acha mais qualificado e a técnica que mais responde as tuas expectativas, o campeonato já começou e os pontos estão correndo!!!!

Fabiano Bartmann

Fisioterapeuta

Profissional de Educação Física

Especialista em Acupuntura

Formação em Shiatsu

Professor da Faculdade Sogipa

Campeão na categoria Race Master, na Copa União de SUP no RS, em 2017

Campeão na categoria Race Master, na Federação Gaúcha de SUP, em 2018

Praticante de diversos esportes de aventura

 

Veja também
Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

Atleta amador e eventos

Doctor SUP

Doctor SUP

Overtraining e Overuse

Doctor SUP

Doctor SUP

Roupas térmicas

Papo Reto

Papo Reto

Michel de Carli Ferreira

Doctor SUP

Doctor SUP

Colete Salva-vidas

Doctor SUP

Doctor SUP

Comunicação na água

SUP Surviver

SUP Surviver

Localização na água

Doctor SUP

Doctor SUP

Michel de Carli Ferreira

Doctor SUP

Doctor SUP

Rastreador de GPS

Doctor SUP

Doctor SUP

Givago Ribeiro

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Clima Selvagem

Doctor SUP

Doctor SUP

Matheus Albernaz

Conexão Austrália

Conexão Austrália

Happy Days

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Regulagem da canoa

Doctor SUP

Doctor SUP

Processo inflamatório