MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Panhandle Paddle Classic 2018
Brasil chega junto
Por Alex Araujo em 12/11/18
Atleta brasileiro cada dia que passa acumula mais títulos na terra do Tio Sam.
960x638
Eri Tenório na concentração para a largada. Foto: PPC

 

O brasileiro Eri Tenório vem cada dia que passa acumulando títulos e experiências nos Estados Unidos.

Desta vez o atleta Brazuca enfrentou remadores de nome como a lenda californiana Danny Ching e não se intimidou chegando a liderar a prova por um grande tempo, só perdendo na última virada de boia.

Depois da competição batemos um papo com o atleta, confira:

 

SUPCLUB: Onde foi o evento?

ERI TENÓRIO: O evento foi numa cidade chamada Destin que fica no extremo norte da Florida. Que inclusive foi umas das cidades atingidas pelo último furacão Michael que teve há algumas semanas atrás. Mas a cidade continua linda.
 

SUPCLUB: Quantos competidores na raia?

ERI TENÓRIO: Então, não teve muitos competidores. Foram por volta de 30 remadores. 

O que foi interessante foi a qualidade. Entre eles estavam um dos melhores remadores do mundo, o popular Danny Ching. que pra mim é como se fosse o Usain Bolt do SUP. O cara que é atualmente o melhor remador do Canadá, Thomas Buday, e o Ryam que é um remador de elite que treina com Danny na Califórnia, e ainda o Garret Fletcher que foi o meu maior adversário em todas as corridas na Flórida. Ele foi inclusive o remador mais rápido da Flórida na temporada de 2017.

 

SUPCLUB: Como está o nível da galera aí?

ERI TENÓRIO: Então, os remadores da Flórida no geral são bem cascas-grossas. Acredito que por causa da cultura, desde criança quase todo mundo é muito ativo. Como o mundo inteiro sabe, o Estados Unidos meio que respira esporte, tá aí as olimpíadas que não me deixa mentir.

Mas enfim, a galera aqui é top!

Tem remadores de elite que me ajudaram a crescer muito como por exemplo Steve Miller, Tim Warner, Sam English e claro, o próprio Garret Fletcher. 

SUPCLUB: Qual foi a premiação do evento?

ERI TENÓRIO: A Premiação foi outro ponto superpositivo.

Foram $1.500, $1.000 e $500, primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. 

SUPCLUB: Qual prancha você usou?

1200x1600
Eri Tenório e sua Freeglide da Flying Fish Board Co. Foto: Arquivo Pessoal

 

ERI TENÓRIO: Como todo mundo que me acompanha sabe, usei minha prancha da Flying Fish Board co.

 

Usei o modelo Free Glide com 14'x22 e 265L de volume, essa é sem dúvida a prancha mais rápida para flat water que eu já usei na vida, e eu recomendo pra todo mundo que costuma remar em águas calmas. 

SUPCLUB: Como foi sua experiência no geral? Desde sua partida da sua cidade a esse campeonato, e até você cruzar a linha de chegada na corrida?

ERI TENÓRIO: Então, foram 500 milhas dirigidas até chegar lá, o que dá na média de 800km. Foram quase nove horas dirigindo. 

Na corrida, eu sabia que não seria fácil porque quem estava lá era nada mais nada menos que um dos melhores e respeitados remadores do mundo.  Mesmo sabendo disso, eu fui para pegar o primeiro lugar e essa foi minha meta desde que comecei a treinar para essa corrida.

Na prova que foi de 6.5 milhas (pouco mais de 10km) nós fizemos todo o percurso juntos, cabeça a cabeça, prancha com prancha, literalmente.

1554x1600
Eri Tenório ao ldo da lenda Danny Ching. Foto: Arquivo Pessoal

 

Nos últimos quilômetros eu até consegui dar um Sprint depois da penúltima virada de boia e me mantive na frente dele por quase 2km, eu em primeiro, Thomas na minha esteira e Danny na esteira do Buday. Mas na última virada para direcionar pra chegada na praia, nós demos um sprint juntos e ficamos todos colados.

 

Nos últimos 300 metros mais ou menos, Danny pegou uma marolinha de nada e abriu de mim alguns metros. O que foi suficiente pra ele manter e virar a última boia na minha frente e então dar um sprint nos últimos 100m para chegada.

Foi uma sensação impagável para mim fazer uma disputa cabeça a cabeça com Danny, embora eu estava sedento pra ganhar ele, o que será em breve.

Confira o vídeo da largada da prova:



Obrigada a equipe da Sup Club por mais essa matéria. 

Vocês fazem um excelente trabalho!
 

Aloha!!

 

Veja também
Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Brasileiros seguem na disputa

Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

Companhias aéreas x usuários

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Festa Brazuza

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim Day #2

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Red Bull Expression Session

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim day #1

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Leco bota pressão

Canarian Sup Race

Canarian Sup Race

APP World Tour apoia evento.

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Tops já estão nas Canárias

Paris SUP Open

Paris SUP Open

Arthur Arutkin e Shae Foudy garantem o título 2018 da APP World Tour.

Por dentro do Tour

Por dentro do Tour

O mundo de olho nas Canárias

Pan-Americano de Surf e SUP 2018

Pan-Americano de Surf e SUP 2018

Diniz é prata em Punta Rocas

Pan-Americano de SUP 2018

Pan-Americano de SUP 2018

Lena e Vinni garantem vaga

Yatch Sup Race

Yatch Sup Race

Etapa definiu os campeões