MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Bahia Storm
Nova geração do Sup baiano
Por Alex Araujo em 01/08/18
Jovens atletas baianos são destaque no circuito brasileiro de SUP em 2018

 

1280x914
Feijão Bahia Storm. Foto: Pablo Gomez.

 

Iniciado no Brasil, no inicio do século 21, o Stand Up Paddle está em constante crescimento. Com a fundação da ABSUP, em 2009, hoje CBSUP - Confederação Brasiliera de Stand Up Paddle, o SUP consolidou-se no pais, promovendo Circuitos Nacionais muito competitivos desde então. Em 2011, a modalidade SUP Race iniciou-se, e com ela, muitos nomes surgiram em destaque.

 

Nesses 7 anos de surgimento, a categoria SUP Race vem renovando-se, ano após ano. Hoje, atletas pioneiros na modalidade, vem dividindo a raia com novas promessas do Stand Up Paddle Brasileiro.

O nome Bahia Storm foi sugerido pela atleta baiana Nicole Saback, editora do SUPBA, para representar o time dos melhores atletas do estado. A Bahia vem destacando-se, pelo sortimento de jovens atletas cheios de potencial. Nas 2 primeiras etapas do ano de 2018, 5 nomes do SUP baiano foram destaques entre os melhores do pais.

1280x914
David leão e Feijão Bahia Storm. Foto: Pablo Gomez.

 

A 1ª Etapa aconteceu no mês de Junho, em Ubatuba/SP e trouxe o soteropolitano Robson Sapucaia, o Feijão, de apenas 15 anos, para o 4º Lugar do pódio, entre os monstros do SUP do Pais. Nessa Etapa, também destacamos os Atletas Kuko Santos, oriundo de Barra Grande/BA que, ficou entre os TOP 10 do Ranking e o atleta Fabricio Rodriguez, de Salvador/BA, com também 15 anos, classificado em 8º lugar na prova de Long Distance, da categoria de ELITE. O Atleta Baiano David Leão, campeão estadual em 2017, estava na Europa durante a Etapa, representando o Brasil no EUROTUR 2018, Campeonato mundial que, é realizado na Europa.

 

1280x914
Andreson Pereira Bahia Storm Foto: Pablo Gomez.

 

 

Na 2ª Etapa do Circuito Brasileiro, também em Junho, em Brasilia/DF, 3 atletas baianos ficaram entre os TOP 10 da Categoria de Elite. Foram eles, Andreson Pereira, de Ituberá/BA, atleta estreante no Circuito, em 6º Lugar, Kuko Santos em 9º Lugar e Fabricio Rodrigues em 10º Lugar. Robson Sapucaia, o Feijão, não pode participar da etapa e David Leão, estava lesionado por conta da temporada em terras europeias.

640x456
Fabricio Bahia Storm Foto: Pablo Gomez.

 

Ao longo do ano, ainda serão realizadas 3 ou 4 etapas do Circuito Brasileiro onde, nossos jovens baianos ainda irão participar de muitas disputas para, classificarem-se entre os 10 melhores atletas brasileiros de 2018. A participação deles depende de patrocínio e apoio de empresas e pessoas que, compreendem a importância do esporte para a sociedade. Os atletas que, compõe o Bahia Storn, vieram de comunidades muito carentes. A falta de suporte financeiro não destrói o sonho dos jovens que, dedicam-se aos treinos diários, sempre com esperança e fé que, irão chegar ao topo da lista dos MELHORES ATLETAS DO BRASIL.


Fonte: Elisa Hupsel/Barra Paddle

 

Veja também
Itapuma Surf e Sup Festival

Itapuma Surf e Sup Festival

Hermano Victor sai na frente

Realce Nordeste Itapuama Festival

Realce Nordeste Itapuama Festival

Nordestino de SUP Wave

CBSUP

CBSUP

Jogos Radicais Urbanos 2019

Jogos Pan-Americanos

Jogos Pan-Americanos

Em busca da medalha

CBSUP

CBSUP

Entidade divulga Ranking 2019

Molokabra

Molokabra

Ceará o Havaí Brasileiro

Brasileiro de SUP Race

Brasileiro de SUP Race

Condições difíceis marcam a segunda etapa

Brasileiro de SUP Race

Brasileiro de SUP Race

Brasília pronta para receber evento

Circuito Baiano de Sup Race

Circuito Baiano de Sup Race

41º Regata Marcílio Dias

SUP World

SUP World

Red Paddle Dragon

Desafio Ecoporan

Desafio Ecoporan

Atletas dão show nas águas de Itacaré

Euro Tour

Euro Tour

Vinni Marrins é terceiro na Espanha

ISA & APP World Tour

ISA & APP World Tour

Parceria de Sucesso

Row To Win

Row To Win

Festival de Alma Salgada

London SUP Open

London SUP Open

Nova geração domina a etapa

CBSUP

CBSUP

Brasília é palco da segunda etapa