MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Leitura Dinãmica
SUP brasileiro pede passagem
Por Alex Araujo em 18/12/18
Atletas colocam o Brasil em frente a várias potencias mundiais do esporte

 

967x369
Evento de ubatuba deu o ponta pé para a abertura do Circuito Brasileiro de SUP Race e Wave foto: Fabio Mota

 

Não é de hoje que os brasileiros vêm escrevendo história no SUP. Desde 2011 nossos atletas vem ganhando cada vez mais espaço dentro do esporte, seja por conquistas inéditas ou performances arrasadoras.


Este ano de 2018 foi um ano muito especial para todos que amam o SUP, pois tivemos poucos mais emocionantes eventos.

Começamos o ano com a tradicional etapa de Ubatuba que teve um grande número de participantes e como sempre a praia de Maramduba não decepcionou e proporcionou boas condições tanto para a categoria sup wave quanto para o race long distance e race técnico.

Na etapa tivemos uma grande briga de dois atletas renomados no circuito, Luiz Guida e Vinnicius Martins. Na prova longa Vinni aproveitou bem as condições do mar e saiu na frente, e no domingo na prova técnica repetiu o resultado e foi o campeão da etapa seguido por Luiz Guida em segundo lugar.

Na categoria SUP Race feminino a atleta Lena Ribeiro foi a grande campeã da etapa.

Na categoria sup wave os atletas mostraram uma grande radicalidade e as disputaram foram muito acirradas. O campeão da etapa e dono do título de campeão brasileiro Leco Salazar, teve uma atuação perfeita e garantiu seu terceiro título brasileiro.

1280x853
Leco Salazar campeão Brasileiro 2018 Foto: @angelofredjr

 

Nicole Pacelli foi a grande campeã da etapa e conquistou seu bicampeonato brasileiro da modalidade.


967x369
Segunda etapa do Brasileiro de SUP Race em Brasília. Foto: Fabio Mota

 

Saindo de Ubatuba o circuito retornou a capital do Brasil, depois de alguns anos afastado das água do Paranoá os atletas tiveram a oportunidade de disputar a etapa num dos locais com melhor estrutura do Brasil. Nesta etapa tínhamos a presença do atual campeão brasileiro Guilherme dos Reis que deixou o evento mais disputado. Gui. Vinni e Animal travaram uma boa disputa no evento, mas no final o atleta local de Búzios levou vantagem e venceu a etapa.

Animal que vinha na segunda colocação, foi surpreendido por Gui que em um sprint incrível nos metros finais da prova ultrapassou o tetracampeão e garantiu a segunda colocação na prova seguido por Animal em terceiro.

Na categoria SUP Race feminino a atleta Lena Ribeiro foi a grande campeã da etapa.

1224x816
KOPA foi em disprado o melhor evento do circuito em 2018. Foto: Fabio Mota

 

A terceira etapa do circuito aterrissou em Ilhabela Litoral norte de São Paulo, O KOPA evento tradicional do North Shore paulista chancelou sua etapa e recebeu atletas dos quatro cantos do país. Uma das provas mais emocionantes do ano o evento contou com um percurso muito bem estudado e um cronograma que beirou a perfeição. Na água novamente os atletas Gui dos Reis, Vinni brigaram pela ponta. Com um percurso de upwind no começo e um downwind na segunda perna, o atleta Vinnicius Martins aproveitou bem as condições e venceu o local do pico Guilherme dos Reis.

A última e quarta etapa da CBSUP, foi a tradicional prova de sprint em campo Grande, Mato Grosso do Sul.

1224x816
Etapa não contou com num número expressivo de atletas, mas foi um sucesso. Foto: Fabio Mota

 

O lago do Parque das Nações recebeu raias perfeitas para receber os melhores atletas do Brasil. Foi um sábado de disputas eletrizantes, com vários atletas brigando forte por títulos em suas categorias.

Arthur Santacreu que é um especialista nesta prova, não deu chances aos seus adversários e com muita propriedade e confiança, conquistou seu bicampeonato na categoria. Na segunda colocação ficou Vinni Martins e na terceira colocação Guilherme dos Reis. Vinnicius Martins nesta etapa conquistou seu primeiro título brasileiro na modalidade.

Na categoria feminino e paulista Aline Adisaka se consagrou bicampeã de SUP Sprint, enquanto Lena Guimarães garantiu seu tricampeonato Brasileiro.

1224x816
Vinni Martins Campeão Brasileiro 2018 e Arthur Santacreu Campeão brasileiro sprint. Foto: Divulgação.

 

Brasileiros no Exterior

Pacific Paddle Games

645x486
Guilherme dos Reis foi o grande destaque da etapa e teve o mlehor resultado de um brasileiro em provas no exterior. Foto: PPG

 

Guilherme dos Reis que neste ano de 2018 fez uma estratégia de focar em alguns eventos internacionais, teve a melhor apresentação de um brasileiro na elite do SUP mundial.

Gui foi o destaque do Pacific Paddle Games 2018, o atleta mostrou muita confiança e mesmo com pouca idade, muita experiencia para se consagrar vice-campeão da etapa.

Temos que frisar aqui a grande performance do atleta na prova técnica que ele só não ganhou por um pequeno detalhe, que foi cair em uma onda quando já estava abrindo uma boa distancia do pelotão que estava sendo comandado por atletas do calibre de Connor Baxter e Danny Ching.

Nesta etapa ainda tivemos o vice campeonato do atleta David Leão na categoria júnior e uma grande atuação do atleta santista Guilherme Cunha na categoria.


NY SUP OPEN - BRAZILIAN SUP STORM

960x640
Luiz Diniz extrapolou nas manobras em Long Beach. Foto: APP World Tour

 

Os melhor sup surfers do mundo, se reuniram na ondas de Long Beach e os atletas brasileiros tiveram atuações de tirar o folego na etapa. Luiz Diniz, Wellington Reis, Léo Gimenes, Leco Salazar, Matheus Salazar, Luciano Martins Daniel Ferlin e Marcio Grillo foram os integrantes do “Brazilian SUP Storm”.

Luiz Diniz e Wellington Reis, ditaram o ritmo das disputas e foram os melhores brasileiros na competição.

Daniel Ferlin e Léo Gimenes saíram das triagens para mostrar ao mundo que tem surf de sobra para chegar no topo do ranking e despacharam muitos nomes de peso do cenário mundial em suas disputas.

Nicole Pacelli foi a malhor brasileira no evento conquistando a segunda colocação, Gabi Stamfater e Aline Adisaka também tiveram boas apresentações na competição.

ISA World SUP and Paddle Games

1032x581
Team Brazil na China Foto: Patrick Winkler

 

No ISA o Team Brasil conquistou dois resultados inéditos para o SUP verde amarelo.


Arthur Santacreu escreveu seu nome no cenário do SUP Mundial ao vencer a prova sprint da competição e levar a medalha de ouro.

671x377
Tuca conquista título inédito para o SUP Brasileiro. Foto: ISA

 

Arthur que no ano passado na Dinamarca conquistou a terceira colocação, neste ano não deu chances aos seus adversários e com um performance arrasadora venceu a prova colocando uma distância considerável do segundo colocado o havaiano Connor Baxter.

1024x683
Vinnicius Martins comeptindo na China. Foto: ISA

 

Na prova de longa distancia Vinni Martins remou muito forte e conquistou a inédita medalha de bronze para o Brasil na categoria.

1024x683
Diniz chutando a rabeta na China. Foto: ISA

 

No sup wave o guarujaense Luiz Diniz mostrou que esta vivendo uma ótima fase e encaixou seu surf de forma perfeita nas esquerdas de Riyue Bay. Diniz venho o evento todo tendo atuações bem consistentes e foi o grande campeão, conquistando seu bicampeonato mundial da ISA. O carioca Caio Vaz tinha acabado de se recuperar de  uma lesão séria, mostrou que esta voltando a sua boa forma e conquistou o bronze, fazendo a dobradinha brasileira no pódio na China.

Pan-Americano de SUP

Cotado como um evento histórico para o esporte, pois garantia vagas para o Pan-Americano de Lima 2019, o campeonato em Punta Rocas, foi um bom termômetro para analisar as performances dos nossos atletas perante aos 270 atletas de 20 países que marcaram presença no Peru.

671x461
Caio Vaz e Luiz Diniz no Pan-Americano de SUP Foto: Divulgação.

 

Na categoria sup wave masculino, tivemos nova dobradinha brasileira no pódio com Luiz Diniz na segunda colocação e Caio Vaz fechando o pódio na terceira colocação.


No sup wave feminino Nicole Pacelli conquistou a terceira colocação e subiu no pódio para receber sua medalha de bronze.

671x551
Nicole Pacelli medalha de bronze no Peru. Foto: SupClub

 

Na categoria race técnico o atual campeão Brasileiro Vinni Martins teve uma ótima atuação e por um pequeno detalhe não venceu a prova. Vinni travou uma disputa muito forte com o atleta local e revelação do evento, Itzel Delgado. No final da prova Itzel teve mais facilidade em tirar seu leash e sai na frente na corrida da praia sendo o grande campeão da prova. Vinni como em 2019 manteve a segunda colocação e a medalha de prata para o Brasil.

 

1280x847
Vinni Martins garante a medalha de prata em Punta Rocas. Foto: PASA

 

O time Brasil conquistou o vice-campeonato no Pan-Americano de SUP e mostrou a força dos nossos remadores no evento.

Time Classificado para Lima 2019:

Vinni Martins – Race Técnico
Lena Ribeiro: Race Técnico
Luiz Diniz – Sup Wave
Nicole Pacelli – SUP Wave

Gran Canaria Pro

Na última etapa do circuito APP World Tour, os brasileiros fizeram bonito. Luiz Diniz, Leco Salazar, Léo Gimenes, Wellington Reis e Daniel Ferlin tiveram ótimas apresentações em condições épicas.

1160x773
Luiz Diniz termina o ano como o quarto melhor do mundo no ranking da APP World Tour.

 

Os melhores brasileiros no evento foram Luiz Diniz, Léo Gimenes e Wellington Reis que conquistaram a 5ª colocação na competição.

Na categoria sup wave feminino a atleta Nicole Pacelli ficou na quinta posição no evento.

Na categoria sub-16 Daniel Ferlin se consagrou campeão mundial e trouxe o caneco para o Brasil.

584x604
Daniel Ferlin campeão mundial sub-16 Foto: Augusto César/SUPClub

 

Na categoria sub-18 o atleta Léo Gimenes foi vice-campeão mundial 2018.

Atualmente o ranking APP World Tour é dominado pelo “Brazilian SUP Storm”, somos nove brasileiros na categoria masculino e três na categoria feminino.

Tivemos um ano atípico no esporte Brasileiro, até o futebol que é o carro chefe do país sofreu com falta de investimento.

1160x773
Léo Gimenez chega com tudo em 2018 e promete crescer muito em 2019. Foto: APP

 

No SUP Race tivemos um ano com etapas muito afastadas uma das outras e no final com as duas últimas quase coladas uma na outra. Foram quatro etapas, que tiveram erros e acertos, mas pelo menos foram suficientes para se chamar de circuito.

Na categoria sup wave o circuito teve somente uma etapa única o que levou a muitas críticas por parte dos atletas, mas vale lembrar que este não foi o único ano que o circuito teve uma etapa solo. Este cenário deve melhorar para o ano de 2019, e com certeza veremos muitos novos talentos surgirem no circuito tanto no race quanto no wave.

Sabemos que o SUP é um esporte que até certo momento caiu nas graças a da mídia, mas nestes dois últimos anos vem perdendo espaço, mas um coisa é certa o esporte vem crescendo muito em vários estados do Brasil e cabe a cada um de nós que amamos o esporte fazer nossa parte, em vez de criticar ajudar e somar com novas ideias e novos projetos para que o nosso esporte cresça e apareça para apoiadores, patrocinadores e novas frentes de mercado.

Mahalo a todos e um feliz natal e um prospero ano novo a todos!

Keep Paddling!  

  



 

 

 

Veja também
Sunset Beach Pro

Sunset Beach Pro

Meca do surf recebe etapa

Rei e Rainha do Mar

Rei e Rainha do Mar

Copacabana encerra o evento

CBSUP

CBSUP

Calendário 2019

APP World Tour calendário 2019

APP World Tour calendário 2019

América do Sul em destaque

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Taitiano vence a etapa

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Brasileiros seguem na disputa

Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

Companhias aéreas x usuários

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Festa Brazuza

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim Day #2

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Red Bull Expression Session

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim day #1

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Leco bota pressão

Canarian Sup Race

Canarian Sup Race

APP World Tour apoia evento.