MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Brasil segue firme
Wellington Reis quebra em NY
Por Alex Araujo em 20/09/18
Atletas Brasileiros são a maioria nas disputas do NY SUP Open, mundial de sup wave que rola em Long Beach.
1005x670
Wellington Reis, New York SUP Open Foto: Augusto Cesar/SupClub

 

Nesta quinta-feira rolaram as baterias de repescagem e o começo do terceiro round do NY SUP Open, primeira para do mundial de SUP wave da APP World Tour que esta rolando na Praia de Long Beach.


As ondas estavam difíceis, porém mais regulares e constantes que quarta-feira, a escolha de ondas e posicionamento no pico, foi o fator fundamental para que os atletas construíssem seus resultados.

A grande revelação brazuca até o momento neste terceiro round é o local de Camburi, Wellington Reis. O brasileiro em sua bateria mostrou novamente um surf sólido e bem consistente, precisando apenas de duas ondas para ganhar a disputa contra o francês Camile Bouyer e de quebra colocá-lo em combinação.

Repescagem

O primeiro brasileiro a garantir vaga para o terceiro round foi o paulista Alex Durand que com o placar de 7.94 venceu seu adversário Jason Latham.

 

Na sexta bateria o brasileiro Luciano Esteves foi a primeira baixa do time Brazuca. O Brasileiro caiu contra o taitiano Poenaiki Raioha que com o placar de 15.56 contra 6,33, avançou para o terceiro round do evento.

 

Em um confronto 100% brazuca os atletas Marcio Grillo e o garoto prodígio Daniel Ferlin travaram uma grande disputa nas pequenas ondas de Long Beach.

 

O atleta de Maresias Marcio Grillo conseguiu uma boa onda que somou 5.43 e o deixou mais tranquilo para fazer as escolhas de ondas, que nesta quinta-feira foi o que fez diferença em vários resultados.

1005x670
Marcio Grillo, New York Sup Open Foto: Augusto Cesar/SupClub

 

 

Daniel Ferlin lutou até o final, e por pouco não virou na última onda, onde precisava de 6.21 e ganhou 6.00 dos juízes. Daniel foi eliminado na competição na categoria principal, porque o jovem ainda disputa o título da categoria júnior.

 

Marcio Grillo avança para a próxima fase da competição e agora enfrenta o atleta Fisher Grant no round quatro.

 

Na penúltima bateria do dia o guarujaense Luiz Diniz apresentou um surf muito e com manobras limpas e modernas venceu sua bateria e está com vaga carimbada para o quarto round da competição.

 

O surfista de São Vicente Leo Gimenes entrou na última bateria do dia com o mar difícil e com ondas muito demoradas, conseguiu achar duas boas ondas e com um 6.83 e um 6.30 venceu e está garantido na próxima fase do evento.

 

Round 3

 

Na primeira bateria do terceiro round tivemos dois grandes atletas da história do APP world Tour, o australiano Just Holland e o havaiano Kai Lenny.

1005x671
kai Lenny, New York Sup Open. Foto: Augusto Cesar/SupClub

 

Kai Lenny começou imprimindo um ritmo forte logo no início da disputa, surfando com muita tranquilidade e fluidez, o havaiano explorou bem as manobras de backside e fez a maior nota do evento nesta quinta-feira um 8.17 e outro 6.17 deixou Just precisando de uma onda excelente para virar a bateria, e com o mar oferecendo condições fracas, o aussie não conseguiu virar e foi eliminado do evento.

 

Com este resultado Kai Lenny segue para o quarto round da competição e agora aguarda seu adversário na disputa.

Na segunda bateria o brasileiro Wellington Reis enfrentou o francês Camille Bouyer. logo na sua primeira onda o brasileiro destruiu uma esquerda arrancando um 7.33 dos juízes, mostrando seu cartão de visita ao francês.

1005x670
Matheus Salazar, New York Sup Open Foto: Augusto Cesar/SupClub

 

Com uma escolha de ondas perfeita Wellington Reis destruiu outra esquerda, e fechou a fatura com um 7.60 colocando o francês precisando de uma combinação de ondas para virar a bateria.

 

O brasileiro segue para o quarto round bem confiante, com duas apresentações bem sólidas na competição.

O peruano Tamil Martino um grande amigo de muitos anos, também garantiu sua vaga para o quarto round da competição com a somatória de 12.00 contra 9.80 de Airton Cozzolino.

Na quarta bateria do evento o paulista Alex Durand enfrentou um peso pesado do SUP mundial o norte-americano atleta da Starboard Sean Pointer.

Alex teve uma boa atuação na bateria, mas não conseguiu superar o norte-americano que com o placar de 12.50 contra 7.94 avançou para o quarto round.

768x1024
Matheus Salazar,New York SUP Open Foto: Augusto Cesar/SupClub

 

Na sexta bateria do dia o Brasileiro Matheus Salazar enfrentou o peruano Sebastian Gomez, e conseguiu uma bela vitória surfando de forma funcional colocando as manobras certas e sem erros, garantido sua vaga para o round quatro.

 

Depois da bateria o brasileiro a organização finalizou o evento, que tem sua chamada amanhã as 07 da manhã horário local!!

Aguarde a galeria de fotos exclusiva  nesta quinta-feira, registrada pelo nosso correspondente em NY, Augusto Cesar.


Baterias restantes do 3ª round:

 

555x201
New York SUP Open Foto: Divulgação

 
Baterias do 4º round:

 

566x202
New York SUP Open Foto: Divulgação

 

 

 

 

Veja também
Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

SUP brasileiro pede passagem

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Taitiano vence a etapa

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Brasileiros seguem na disputa

Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

Companhias aéreas x usuários

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Festa Brazuza

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Assista ao vivo!

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim Day #2

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Red Bull Expression Session

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Boletim day #1

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Leco bota pressão

Canarian Sup Race

Canarian Sup Race

APP World Tour apoia evento.

Gran Canaria Pro

Gran Canaria Pro

Tops já estão nas Canárias

Paris SUP Open

Paris SUP Open

Arthur Arutkin e Shae Foudy garantem o título 2018 da APP World Tour.

Por dentro do Tour

Por dentro do Tour

O mundo de olho nas Canárias

Pan-Americano de Surf e SUP 2018

Pan-Americano de Surf e SUP 2018

Diniz é prata em Punta Rocas