MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SupClub
Bate papo com a tetracampeã
Por Redação SupClub em 10/02/15
Babi Brazil bate um papo com os organizadores do Black Paddle durante vistoria técnica à raia inaugural do circuito.
Babi Brazil, Antonio Fernando e José Augusto. Vistoria técnica da raia de abertura do circuito Black Paddle. Foto: RC Drone / Black Paddle
Babi Brazil, Antonio Fernando e José Augusto. Vistoria técnica da raia de abertura do circuito Black Paddle. Foto: RC Drone / Black Paddle

Por Antonio Fernando

Bárbara “brasileira” Brazil, poderia ter vários sobrenomes e ainda assim, Brasil, viria muitas vezes após a citação do seu nome. Tetracampeã Brasileira, duas vezes "Rainha do Mar" de Copacabana, além de inúmeros títulos estaduais e regionais que comprovam a supremacia desta baiana nas diferentes águas dos mares do Brasil.

Na entrevista a seguir, feita durante uma visita técnica a convite da direção da BPW Sports para analíse e definição do percurso da etapa de abertura do Circuito Black Paddle 2015, Bárbara Brazil nos conta um pouco da trajetória e desafios enfrentados durante 2014 e, em primeira mão, os seus objetivos para a temporada de 2015.

Durante a vistoria, Babi nos ajudou a desvendar alguns detalhes da raia da primeira etapa do circuito que vem causando grande expectativa no cenário do Paddle nacional. Contudo, existem segredos da mágica Baía de Todos os Santos, palco e cenário das duas primeiras etapas do Circuito Black Paddle, quintal da nossa grande atleta, que serão desvendados por cada competidor que remar por essas famosas águas.

Como foi a trajetória para a conquista de mais um título em 2014 (obstáculos superados, dificuldades, alegrias etc)?

2014 foi um ano especial pois consegui realizar as metas que tracei. A participação nas competições internacionais foi um desses objetivos e fiquei muito feliz com meus resultados.

A conquista do tetra campeonato brasileiro foi resultado de mais um ano de dedicação aos treinos, eu estava em boa fase e bem focada, apesar de ainda ter dificuldade com apoio e patrocínio.

Mas pude contar com a Hobie SUP que me fornece as pranchas, com a waterman que me apoia, com o Personal Club na pessoa do Marcelo Affonso que me treina, com o Daniel Cady que orienta minha dieta e com o Yacht Clube da Bahia.

E a sua primeira participação no Molokai 2 Oahu?

Essa foi a prova mais importante que participei e a que eu sempre sonhei em fazer.

Gosto de provas longas e desafiantes e que exigem estratégia do competidor. Minha primeira temporada no Hawaii foi alucinante, aprendi muito sobre downwind remando lá. O resultado de 4 lugar geral feminino foi melhor do que eu esperava, sendo minha primeira vez lá.

E 2015? Quais os novos desafios e objetivos?

O desafio em 2015 ainda é o mesmo, tentar apoio e patrocinio para continuar competindo. As metas ainda são algumas competições internacionais e o Circuito Brasileiro e continuar a trabalho com a escola de SUP aqui em Salvador.

Stand Up Wave, só diversão ou já pensou em competir?

Gosto de pegar onda pra me divertir! Nunca pensei em competir no wave.

No início desta semana tivemos a festa de Yemanja. Como é a relação da "Rainha do Rio" com com a Rainha das Águas e o mar?

Essa é uma festa marcante de Salvador, e pra quem está sempre na água como eu, representa o momento de agradecer tudo que a força que mora na água nos dá, seja doce ou salgada, é um momento de reflexão e de gratidão.

Quais as expectativas de Bárbara Brazil, Tetra Campeã Brasileira, para o Circuito Black Paddle 2015?

Achei a iniciativa muito boa. Fiquei muito feliz em saber que uma iniciativa como essa partiu de amigos aqui de Salvador. Acho que o Black Paddle vai elevar os eventos de Stand Up a um novo patamar.

Estou aqui no Porto da Barra lisonjeada em receber o convite da equipe técnica da BPW Sports para discutir o percurso da abertura do circuito do ano de 2015 que acontecerá nesse grande Cartão Postal Brasileiro que é a Baía de Todos Santos. Fico duplamente feliz porque aqui também considero como a extensão da minha casa, pois são nessas águas que treino, dou aulas e renovo minhas energias todos os dias. Apesar das suas águas calmas a Baía de Todos Santos guarda muitos segredos que certamente tornarão esta prova muito emocionante para atletas e expectadores .

Acredito que o Black Paddle será um sucesso, e que esse projeto vai fortalecer ainda mais o esporte aqui no estado e no Brasil também. Vou participar com certeza!

Veja também
Perfil SUP Race

Perfil SUP Race

Ela é Bárbara!

Perfil SUP Race

Perfil SUP Race

O 'Animal' está de volta

Padleboard Entrevista

Padleboard Entrevista

Patrick Winkler na expectativa da M2O

Alzair Russo

Alzair Russo

A vida entre pranchas e treinos

Entrevistas

Entrevistas

Planos de 2017 para Americo & Lena

Perfil

Perfil

Perfil – Tristan Boxford

Entrevistas

Entrevistas

Entrevista - Guilherme dos Reis

Perfil

Perfil

Kauan Terra agradece 2016

Entrevistas

Entrevistas

SUP Entrevista - Lena Guimarães

Mundial de SUP

Mundial de SUP

SUP Entrevista - Caio Vaz

Atletas

Atletas

SUP Perfil – Eri Tenório

Entrevistas

Entrevistas

SUP Entrevista - Miguel Nobre

Entrevista

Entrevista

SUP Entrevista - Mauricio Thompson

Atletas

Atletas

SUP Entrevista - Paty Mesquita

Perfil

Perfil

Kauan Terra

SUP Wave

SUP Wave

Entrevista - Tom Carroll