MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Expedições
Mulheres em Stand Up Paddle pelo Rio São Francisco
Por Alex Araujo em 26/07/18
Neste sábado começa a aventura de mulheres, alunas da Escola Sup. Percorrer com Stand up Paddle 44 km pelo Rio São Francisco, partindo da cidade de Piranhas até Pão de Açúcar.
Divulgação Foto: Divulgação.
Divulgação Foto: Divulgação.

 

No dia 27 de julho, amanhã, começa a aventura de mulheres, alunas da Escola Sup. Percorrer com Stand up Paddle 44 km pelo Rio São Francisco, partindo da cidade de Piranhas até Pão de Açúcar.

Tudo começou com um questionamento ao instrutor e proprietário da escola Jota Neves: “Por que só homens estavam participando das mais recentes expedições?”. A partir de então, as alunas Patrícia Gomes, Raquel Laureano, Juliana Dias e Mirella Costa lançaram o desafio de remar o Chico. Anteriormente, Jota Neves que é mais conhecido no meio por JotaSUP, já tinha feito por duas vezes o percurso de Piranhas à Foz do rio São Francisco. Inicialmente com mais duas pessoas tendo na equipe, um Instrutor de SUP, um militar especialista em sobrevivência na selva e um entusiasta da modalidade. 

Já foi matéria no Supclub / Waves e para mais detalhes das expedições anteriores pode ser acessado no site da EscolaSUPPE (http://www.suppe.com.br/161/ a primeira expedição e a segunda http://www.suppe.com.br/2a-expedicao-ao-rio-sao-francisco-agora-5-amigos-em-novo-desafio/ - links com fotos diversas da aventura planejada.)

Depois de um ano de planejamento, muitos quilômetros de treino e com a orientação e a experiência de Jota Neves, a Escola Sup contará com a primeira excursão pelo Rio São Francisco com mulheres em seu time.

O Rio São Francisco em si é um desafio enorme haja vista que durante todo o ano os ventos sopram contra e este é o maior fator determinante para extensos treinos contra a correnteza, ventos, sol forte entre outros.  Poucas pessoas fizeram de sup trechos longos do São Francisco, justamente por ser difícil remar (ventos fortes e desafiador pelas condições climáticas e poucos acessos para apoio terrestre).

 

A partir daí foi lançado o desafio: The Woman CUP Challenge

 

A idéia inicial prevaleceu sempre  nas expedições anteriores e não seria diferente nesta, exceto pelo trecho menor de 44 km.  Optamos por fazer essa descida sem apoio terrestre ou aquático (sem barcos de apoio durante toda a expedição), além de ser totalmente auto-suficiente em alimentação e sem utilizar pousadas.  A pernoite será acampando às margens do Velho Chico e as provisões de comida por conta dos participantes. Tudo planejado nos seus mínimos detalhes.

 

Serão dois dias de remada, com parada à noite para montar acampamento e tirar um sono, aproveitando para contemplar a lua vermelha que acontecerá durante o período.

Durante toda a expedição serão realizadas paradas para hidratação, lanche, banhos e, com certeza o registro da aventura e do baixo nível de água que o Velho Chico sofre anualmente.  Pensamos em fazer após a expedição uma exposição para que as pessoas conheçam um pouco mais do rio e suas histórias, assim como a fomentação e desenvolvimento do SUP na região.

Ao todo, a equipe deste ano será composta por 10 integrantes o qual temos a certeza de que será uma expedição que ficará na memória e na história do Velho Chico.  Aloha!


Veja também
Indonésia

Indonésia

Nicole Pacelli em Nias

SupClub

SupClub

Remando por mais segurança

SupClub

SupClub

Babi solta o verbo

SupClub

SupClub

Remada Rosa 2015

SupClub

SupClub

Musas Summer

SupClub

SupClub

Fortaleza na remada contra o câncer de mama

SupClub

SupClub

Salvador na Remada Rosa

SupClub

SupClub

Belas do SUP dão exemplo em SC

SupClub

SupClub

1º Furnas Stand Up Girls

SupClub

SupClub

Musas do SUP

SupClub

SupClub

O mar é delas!

SupClub

SupClub

Aline Adisaka, Top 4 do mundo

SupClub

SupClub

Aloha Spirit Elas

SupClub

SupClub

Prancha certa, swell certo

SupClub

SupClub

Karol Knopf faz ensaio para divulgar o Stand Up Paddle