MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Conexão Hawaii
12 temporadas na conta
Por Alex Araujo em 10/08/18
O campeão mundial de Sup Wave Leco Salazar nos relata tudo o que viu nos seus 4 meses no Hawaii.
1160x644
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Atleta da modalidade que mais cresce no mundo, o Stand Up Paddle. Leco herdou da família o espírito vencedor, filho do lendário Picuruta Salazar, o atleta dedica-se disciplinadamente em treinos diários, primeiramente porque ama o que faz, e têm por objetivo mostrar sua dedicação representando as empresas que acreditam em sua imagem em todo o mundo dentro do circuito mundial e nas competições que participa.

 

O campeão mundial de Sup wave Leco Salazar, ficou 4 meses no Hawaii, e batemos um papo de tudo o que rolou esta temporada.

Leco, durante estes meses você deve ter visto muita onda boa, qual mar te impressionou durante esta temporada?

Durante estes 4 meses no arquipélago Hawaiiano vi diversos lugares diferentes funcionarem surfei muita onda boa , até Waikiki chegou a quebrar ondas em torno 1,5 m .

Azul clara a cor Igual uma piscina , Kewalos, Alamoana e China walls foram os lugares que mais me surpreenderam nesse verão Hawaiiano do lado sul da ilha .

Já para o norte da ilha onde eu e a maioria dos surfistas se hospedam , tem as famosas praias ,Sunset Beach,Pipeline,Off the wall,velzyland,Haleiwa todos os picos funcionando constantemente .

A máquina não para , foi minha décima segunda temporada Hawaiiana .

 

716x716
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Qual as melhores ondas que você surfou de SUP?

As melhores ondas que já surfei de Sup sem dúvidas foram nas temidas bancadas de Teahupoo no Tahiti , Fiji - cloud break e Sunset Beach no Hawaii .

Ondas que desafiam o limite do ser humano te colocando entre a vida e a morte um detalhe pode ser fatal .

Em relação a big waves, você conseguiu pegar algum swell com bom tamanho?

Sim, Sunset Beach no Hawaii e um lugar que quebra constantemente ondas grandes em Perfeitas condições, sol e água clara, suportando swells bem grandes , quebrando em condições clássicas ondas em torno de 20 a 25 pés.

1024x768
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Nesta temporada no Hawaii, além de pegar onda, você fez algum outro tipo de preparação?

Minha preparação e simples , costumo surfar todos os dias treinando bastante umas 3 h de surf no mínimo , por dia , em qualquer condições de tamanho .

Além da boa alimentação que é super importante comendo muita fruta e bebendo muita água .

 

No Hawaii tem muitas trilhas legais que a galera costuma fazer muitos vulcões e Cachoeiras com subidas intensas que acabam entrando na planilha de treino também.

720x480
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Em relação so lifestyle havaiano, o que mais te impressiona, e qual a principal diferença que você analisa em relação ao esporte no Brasil?


Os esportes aquáticos e  qualquer outra modalidade esportiva contam com ajudas do governo , patrocinadores ou grandes empresas fora do mercado do surf incentivando e influenciando na vida dos atletas no hawaii e na maioria do Estados Unidos,tratando atletas com dignidade e formando futuros campeões.

O Brasil nascemos com talento e vencemos na luta no suor sem essa estrutura toda que o americano tem.

Em 2011 competimos juntos no Mahalo SUP Festival, na minha opinião um dos maiores evento até hoje de SUP em questão de premiação, você ainda rema de Race?

Já participei de alguns eventos de race gosto e admiro muito essa modalidade que exige muita técnica e condição física de um atleta , não participo de eventos constantemente apenas um ou outro mais costumo sempre dar uma remada longa quando não tem onda e o mar está flat , acaba entrando na planilha de treinos.

Vejo muitos atletas de Supwave, que se destacam nas competições de race técnico, você acha que se a CBSUP criasse um circuito com este formato, os atleta de supwave iriam particpar muito mais deste tipo de corridas?


Acredito que sim, seria uma ideia bacana juntar o ranking overall ,ver qual atleta e mais completo no surf e na race , uma galera iria participar sim.

2048x1366
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Você foi o grande vencedor do Ubatuba Grand Slam, etapa do Brasileiro em Ubatuba, o que você achou do evento ?


O evento de Ubatuba foi muito bacana , contou com a presença de grandes nomes no cenário mundial do Sup , elevando  o nível do esporte .

Fiquei muito feliz com mais essa vitória ainda mais sendo no Brasil, muitos amigos e familiares estavam na praia junto com o público presente , tornando um dos momentos mais especiais da minha carreira , gosto muito da direita da praia de Itamambuca muito semelhante à onda que treino constantemente no quebra mar.

Com mais essa vitória me tornei o brasileiro que mais venceu etapas do circuito mundial realizado no Brasil, Maresias 2011,Ibiraquera 2012 e Ubatuba   2013 .

De 5 eventos já realizados no Brasil venci 3 / caio Vaz 1 Alagoas praia do francês 2014 e Mo Freitas Ubatuba 2011.

1280x853
Leco Salazar. Foto: Arquivo Pessoal

 

Qual tamanho de prancha você usa hoje, pois em relação há alguns anos atrás o tamanho das pranchas diminuiram bastante.Quem faz os foguetes que você tem no pé?

No início do Standup eu usava pranchas tamanho 8.8  , hoje em dia já evoluiu bastante minha prancha diminuiu bem chegando no tamanho 7.0 , tenho varias pranchas com diversos tamanhos cada uma específica para cada condição.

As medidas atuais da minha prancha que estou competindo eh 7'2"  ,Largura 24" e Espessura 4.45".

Quem faz minhas pranchas e o Neco Carbone e laminação e acabamento Newadvance.

Para finalizar deixe um recado para os leitores do SupClub:

O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é um oceano respeite para ser respeitado.

Veja também
SUP no Surf Ranch

SUP no Surf Ranch

Kai Lenny abre a session

APP World Tour

APP World Tour

Inclusão é destaque

Memórias de um swell

Memórias de um swell

Hawaii é aqui

Natal Sup Guide

Natal Sup Guide

Pérola do Nordeste

Rei e Rainha do Mar

Rei e Rainha do Mar

Compromisso com o SUP

Natureza renovada

Natureza renovada

Da Lama às ondas!

Young Guns #2

Young Guns #2

De Itacaré para o mundo!

Conexão México

Conexão México

Takeo no "Mexican Pipe"

Rema forte

Rema forte

Paddleboard cresce no Brasil

Projeto Remar

Projeto Remar

SUP Inclusão

Sup Guide - México

Sup Guide - México

Ondas pesadas e Perfeitas

Young Guns

Young Guns

Nova geração do SUP

Expedição Tapajós 2018

Expedição Tapajós 2018

Desbravando o Rio Amazonas

CBVAA Anuncia curso

CBVAA Anuncia curso

Formação de Árbitro de Va’a

SUP Sustentabilidade

SUP Sustentabilidade

ONG Trash Hero Bangkok