MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Lobos do Mar
Experiência de vida no esporte
Por Alex Araujo em 21/11/18
Confira a matéria com o remador mais carismático da Bahia.
1200x800
Jorge Mario Lino Villas Boas Foto: Tríplice Coroa

 

Kahuna era o título que se dava no Havaí a um sacerdote, experiente, maestro ou conselheiro. Os nativos Havaianos seguem usando este termo neste contexto. Um kahuna nui era um sumo sacerdote.


No meio dos esportes como o surf e hoje também no SUP usamos este título para nossos remadores mais experientes, e que já possuem muito anos de experiência nas costas.

Acompanho o circuito Brasileiro de SUP desde seu começo e sempre vi passar pelas águas muitas histórias que me chamavam atenção. Devido o SUP ser um esporte relativamente mais fácil de se praticar muito sessentões e por aí a cima se aventuraram nas águas e no embalo das remadas.

Peter Knight , Rubinho, Mario Lino, Jorge Brito e muitos outros são estão sempre que podem participando dos eventos tanto no Rio de Janeiro quanto em outros estados, mas dois remadores sempre me chamaram atenção, então decidi fazer uma série de matérias com estes “lobos do mar”.

Esta semana Bati um papo com Mário Lino, para saber um pouco mais sobre este estilo de vida, treinos e a visão dele sobre o SUP Brasileiro. 

Confira:

Nome: Jorge Mario Lino Villas Boas

Tempo de SUP:  9 anos

Idade: 60 anos 

 

Pico de treino:  Baía de Todos os Santos , Farol de Itapõa, litoral norte e varios rios e lagos da Bahia.


SUPCLUB: Você sempre esteve presente em vários eventos da CBSUP e outros pelo Brasil, como está enxergando o crescimento do Esporte?

 

Mario Lino: O SUP cresceu bastante se estabilizou até o ano 2016 , já em 2017 iniciou uma caída talvez seja o alto preços de equipamentos, pela alta do dólar as companhias aéreas não permitindo levar nossos equipamentos como bagagem pessoal a crise no país que com isso os apoios e patrocínios deixou de existir, a parte boa é o surgimento de varios atletas com pouca idade e remando como gente grande e representando muito bem o Brasil nas provas internacionais.

SUPCLUB: Muitos colocam a idade com fator limitante para a prática de exercícios, principalmente na água, e você juntamente com outros atletas do Circuito e no Brasil todo vem quebrando este paradigma, comente um pouco sobre sua preparação para as competições:

Mario Lino: A idade não é um fator importante pra mim e nunca foi , me tornei atleta profissional depois dos 50 anos , quem se dedica treina e se alimenta bem , foca nos treinos leva a sério dorme bem e com um acompanhamento profissional planilhando seus treinos , um bom nutricionista.

Mesmo com uma idade acima dos 50 anos a minha preparação foi super interessante e me fez eu buscar uma qualidade de vida melhor e saudável deixando os costumes e festas de lado.

529x356
Jorge Mario Lino Villas Boas Foto: Fabio Mota

 

SUPCLUB: Você participou do W2 Downwind e completou muito bem a prova, relate um pouco desta experiência aos nossos leitores:

Mario Lino: O W2 Downwind cada ano que participo fico mais empolgado por ser só alegria e diversão esse foi o quarto ano a diferença desse ano foi por está com equipamentos muito bom para as condições do Downwind no Brasil e principalmente no Ceará.

A primeira prova dos 30 Km foi osso depois dos 20 Km , sem vento sem ondulação , as ondas que tinham empurrava para praia , tive câimbras na lateral do corpo e no trícipes do braço direito, em 8 anos de SUP profissional nunca tinha acontecido. 

Já na segunda prova de 12 Km aí sim foi diversão nos bamp’s rajadas que chegaram até 20 nós.

A terceira e última prova com a espera de uma janela foi perfeita, vento, onda e diversão garantida, ano que vem independente se vai ter ou não o W2 vou alugar um cantinho agradável um mês inteiro de canoa e SUP independente de provas . O alto custo de inscrição e se manter na alta estação dos ventos no Ceará sem apoio e patrocínios torna-se difícil o atleta ir pra o Ceará são quase 15 dias de despesas.

SUPCLUB: Deixe um recado aos nossos internautas:

O meu recado para a grande galera do SUP que está aí e os que estão chegando é levar a sério precisa de muita dedicação força e coragem e ficar no seus objetivos com isso bons resultados irão surgir naturalmente como também com apoios por que o
atleta não rema sozinho. Pra Tocar a Musica do Coração, basta você teclar a 1ª Nota Mário Lino.

Aloha!!!

Veja também
Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

SUP Amador em alerta!

Troca de experiência

Troca de experiência

Guilherme Cunha

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Desafios Esportivos X Desafios Corporativos

Moah Jessika

Moah Jessika

Guerreira brasileira em terra oriental

ISA World SUP 2018

ISA World SUP 2018

Família Paddleboard de Luto

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

Sup wave tem seu valor!

Brasil no topo

Brasil no topo

Luiz Diniz bicampeão mundial ISA

De olho no Circuito

De olho no Circuito

Categoria 14 pés

ISA WORLD SUP 2018

ISA WORLD SUP 2018

China recebe os Brasileiros

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

A Maratona começou

Lokomaikaii

Lokomaikaii

ALOHA!

Mulheres de Peso

Mulheres de Peso

Big rider Andrea Moller

Tecnologia em alta

Tecnologia em alta

Quilhas High-Tech

Evolução da categoria

Evolução da categoria

PASA anuncia mudanças para 2019

Lobos do Mar

Lobos do Mar

Ivan Mundim