MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Guia do Downwind
Fortaleza - Pecém
Por Alex Araujo em 26/09/18
Nesta matéria iremos falar do percurso de downwind de Fortaleza até a praia do Pecém, Litoral Oeste do Ceará.
1073x805
Alex Araújo percorreu quase 400 km do litiral Cearense em cima de sua prancha.  Guia do Downwind Foto: Arquivo Pessoal

 

O percurso tem entre 38 há 40 km e pode ser feito em até 3:30 hrs se a condição estiver perfeita.

Onde embarcar:

Para os experientes o melhor para o embarque é na Praia do Titanzinho, que já deixa você praticamente alinhado com a ondulação e vento, mas é preciso tomar cuidado na entrada do pico por ser uma das ondas mais fortes do litoral de Fortaleza, melhor ir com alguém que já conheça o local, senão for possível tente ver a previsão de swell, já que você terá que realizar esta travessia com a maré enchendo.

Para os menos experientes melhor embarcar pela Praia do Mucuripe, orla de Fortaleza.

Melhor época:

A melhor época são de abril a outubro, meses que o vento e a ondulação entram com mais força e com a direção correta, preste bastante atenção na mudança do clima, pois as vezes com a chuva o vento tende dar uma parada e deixa a travessia um pouco mais difícil.

Nesta época do ano o vento entra forte do quadrante leste/sudeste e a ondulação segue a mesma direção.

900x434
Mapa do Percurso, Guia do Downwind. Foto: Divulgação

 

O que levar:

O uso do GPS é imprescindível para esta travessia, se possível marque um ponto usando o Google Maps para melhorar sua navegação, pois além de ficar mais fácil você poderá ver a rota que esta seguindo e a quilometragem feita.

Sempre avisar alguém  em terra o horário da saída e o horário estimado da chegada, para que você tenha uma parâmetro de tempo de sua remada.

Levar o aparelho em travessias de deste nível se faz muito necessário devido a algum problema que possa vir a ter no caminho. O uso de colete salva-vidas não se faz obrigatório, mas é um dispositivo de segurança muito útil em caso de ficar sem a prancha, o uso de leash nesta condição é imprescindível.


Equipamentos

 

Se for usar uma prancha com sistema de leme analise e teste bem os cabos para que você não tenha uma surpresa no meio do percurso. Levar hidratação para pelo menos 4 horas de remada, gel de reposição, frutas secas, castanhas tudo que tenha absorção rápida e possa ser consumido sem perder muito tempo.

Toques do editor:

Se por acaso você não tiver um carro de suporte, contrate um taxista e feche um horário e o valor para lhe buscar no pico,  melhor local para sua saída é na Vila de pescadores após o Porto.

Cuidado na aproximação da costa no Pecém devido a ser um local que tem algumas bancadas que geram ondas com bastante potência. Ficar atento em toda rota na região devido a ser um porto existe um trânsito intenso de grandes navios.

 

Se tiver algum amigo com 4x4 para lhe fazer o resgate fica mais fácil, além de não precisar andar com as pranchas por muito tempo, depois de uma remada tão longa.

Lembre sempre de consultar o sistema de previsão de ondas, vento e tábua de marés, sempre faça esta travessia com a maré enchendo, porque qualquer problema você terá o mar lhe ajudando a chegar a costa, isso faz uma grande diferença. Para os novatos não aconselho sair tanto da costa, melhor ir se ambientando e pegando mais confiança.

 

Dos 680 km de costa cearense eu já pude percorrer quase 400 km remando e analisando todas condições para a prática do downwind. O litoral cearense tem o melhor potencial para a prática de downwind do Brasil, porém o mar é grosso, então não se aventure a fazer travessias sem ter uma pessoa habilitada para lhe acompanhar.

Veja também
Leitura Dinãmica

Leitura Dinãmica

SUP Amador em alerta!

Troca de experiência

Troca de experiência

Guilherme Cunha

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Desafios Esportivos X Desafios Corporativos

Moah Jessika

Moah Jessika

Guerreira brasileira em terra oriental

ISA World SUP 2018

ISA World SUP 2018

Família Paddleboard de Luto

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

Sup wave tem seu valor!

Brasil no topo

Brasil no topo

Luiz Diniz bicampeão mundial ISA

De olho no Circuito

De olho no Circuito

Categoria 14 pés

ISA WORLD SUP 2018

ISA WORLD SUP 2018

China recebe os Brasileiros

Lobos do Mar

Lobos do Mar

Experiência de vida no esporte

Por dentro do SUP

Por dentro do SUP

A Maratona começou

Lokomaikaii

Lokomaikaii

ALOHA!

Mulheres de Peso

Mulheres de Peso

Big rider Andrea Moller

Tecnologia em alta

Tecnologia em alta

Quilhas High-Tech

Evolução da categoria

Evolução da categoria

PASA anuncia mudanças para 2019

Lobos do Mar

Lobos do Mar

Ivan Mundim