MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Foil Board #1
Leco Salazar em foco
Por Alex Araujo em 23/08/18
Cada dia que passa aumenta o número de praticantes, não é um esporte fácil e nem barato para se iniciar devido a esses fatores caminha independente dos outros esportes aquáticos.
Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação.
Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação.

O foil board virou febre no Brasil, e seu avanço tem uma crescente que anda paralelo ao sup e o surf.

Estamos fazendo uma série de matérias com os atletas que estão desenvolvendo esta prática em seus locais de treino. Esta semana batemos um papo com o campeão mundial de Sup Wave Leco Salazar que vem praticando muito o Foil nas praias de Santos.

1600x1066
Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação

 

Leco como você vê o crescimento do Foil no Brasil?
 

O crescimento do Foil no Brasil está sendo fantástico.

 

Cada dia que passa aumenta o número de praticantes, não é um esporte fácil e nem barato para se iniciar devido a esses fatores caminha independente dos outros esportes aquáticos. 

 

Ano passado tivemos o primeiro evento brasileiro de Sup surf foil em Ibiraquera definindo os primeiros campeões da modalidade, Fernando Mizi venceu eu fiquei com o Vice e em terceiro Alexandre Tavares o king, pioneiro da modalidade o primeiro cara a fabricar a quilha de Foil no Brasil em São Vicente.

O Foil além de diversão, traz uma outra perspectiva dentro d'água, explique um pouco sobre a relação do Foil e os outros esportes no line up?


Sim o foil e um esporte diferente do surf, você plana sobre as águas se equilibrando em cima da quilha, em alta velocidade, mesma sensação do snowboarding, movimentos leves e precisos. Com o foil você pode ir muito mais além.

 

Nunca imaginei entrar na onda remando deitado após surfar a onda, sair para a onda de trás no impulso, dando os pumps em direção a próxima onda e surfa- lá novamente duas ou três ou quantas você conseguir, apenas depende da sua técnica e experiência além de um ótimo condicionamento físico.

 

1600x1064
Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação

 

Existe alguma diferença entre as pranchas?


Existem vários tipos de pranchas e foils diferentes hoje em dia , a evolução não para , para iniciantes acho legal começar em uma prancha maior com flutuação eu mesmo iniciei no Sup Foil , Depois com a sua evolução vai diminuindo a prancha até chegar em uma medida com que você se adapte bem, o tamanho do mastro e das asas mudam e variam de acordo com que  as condições do mar estejam.

 

Hoje em dia o Kai Lenny e o Austin Kalama já estão surfando 40 minutos seguido pegando ondas sem parar em sequências sem descer da prancha.

 

O esporte e muito futurístico graças à tecnologia que temos hoje em dia, acredito que tem muito a crescer e evoluir ainda.

O Foil também foi bastante usado para as travessias nas competições de downwind, isso traz novas possibilidades para os atletas de supwave?


Eu sou um atleta que já imigrei para esse mundo do Foil, lógico que nunca deixando o Sup de lado, outros atletas do circuito brasileiro já estão praticando também, Caio e Ian Vaz, Lucas Medeiros, Márcio Grilo, Carlos Bahia, entre outros nomes.

Onde você prática o Foil no Brasil?

 

Prático o Foil em Santos aqui na frente da minha escola, e na Porta do Sol em São Vicente, onda de 3 a 4 minutos o paraíso do Foil, já surfei também na Guarda do Embaú e em outras praias de Santa Catarina, Ubatuba, Guarujá e Hawaii.

1600x1130
Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação

 

Qual prancha está usando?


Atualmente tenho duas pranchas um Sup foil 6.7 e uma pranchinha Foil 4.9 

Shaper Neco Carbone e personalizada pela New advance. 

1600x1066

Leco Salazar Foil Board. Foto: Divulgação

 

Quais os perigos do Foil board?

 

Os perigos são muitos, é preciso fazer um minicurso e aprender com alguém capacitado da área assim como no kite ou pular de paraquedas, ou outro esporte perigoso que seja, a quilha pode vir a machucar gravemente, aconselho também o uso de capacete. A maioria dos acidentes são inevitáveis. 

Qual conselho você dá para os novos adeptos?


Para os novos, o conselho que eu dou, é iniciar em uma prancha grande para aprender os primeiros movimentos sentir e entender a prancha, ter uma noção básica para depois pensar em pegar uma prancha menor, eu mesmo iniciei no Sup Foil. 

 

Parece que você não vai conseguir quando, mas treinando bastante você pega o jeito. Perseverança, prática constante, insistência, força de vontade e coragem são os fatores principais, para os praticantes do Foil.

 

Veja também
SUP World

SUP World

Resgate na Ilha da Madeira

NOAA

NOAA

Previsão com mais precisão

San Gallan

San Gallan

Direitas no deserto

North Shore de Oahu

North Shore de Oahu

Homenagem a Sunny

Wavegarden

Wavegarden

Praia da Grama – Piscina de alto padrão

SUP

SUP

Remo Livre

Atleta SUP Race

Atleta SUP Race

Atualização de cadastro

Leonardo Gimenes

Leonardo Gimenes

DNA no SUP Wave

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

Diário de bordo

Reef artificial

Reef artificial

Webber cria conceito

Laird Hamilton

Laird Hamilton

Sessão quilométrica

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

10 dias no Pacífico

Danilo Couto

Danilo Couto

Big rider movimenta Salvador

FGSUP

FGSUP

Desenvolvimento é o foco

Surfland

Surfland

Piscina é realidade

SUP World

SUP World

Zane Schweitzer