MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
É campeã!
Moah Jessika
Por Alex Araujo em 13/11/19
Confira a entrevista com a revelação do SUP de 2019, a supercampeã Moah Jessika.
720x720
Moah Jessika remando forte e cnquistando o mundo! Foto: Georgia Photos

 

Batemos um papo com a Moah Jéssika, que teve um ano cheio de conquista, sendo campeão brasileira de SUP Race e Race Sprint 2019, vice-campeã mundial de Race Sprint. Além destes títulos importantes Moah ainda tem o mundial da ISA que irá acontecer em El Salvador.


Confira a entrevista:

 

SUPCLUB: Este ano foi um dos melhores na sua carreira, comente um pouco suas conquistas:

MOAH: Está sendo um ano muito bom! Tracei metas e todas foram alcançadas com resultados ainda melhores do que eu esperava.

Campeã Brasileira Geral, Campeã Brasileira Sprint, Campeã Paulista e Vice Campeã Mundial ICF Sprint e o ano ainda não acabou.

Acho que foi um ano bem diferente para o Stand Up Paddle no Brasil, por 3 anos consecutivos tivemos a Lena como campeã geral, Aline Adisaka campeã no Sprint e Aline Abad melhor atleta de São Paulo, todas atletas de alto nível e especialistas nas suas modalidades. Ter elas como adversárias elevou muito o nível, fez com que eu me dedicasse ainda mais. Eu sempre quis me tornar uma atleta mais completa possível, tenho características físicas que me favorecem no Sprint, gosto de treinar técnica e surf, mas ao mesmo tempo tenho bastante dificuldade com as longas distâncias.

Então tentando melhorar minhas fraquezas e aprimorar minhas qualidades ainda não tive os melhores resultados em todos os tipos de provas, tenho muito  a evoluir, mas estou muito feliz com o que conquistei.

479x479
Moah Jessika fez bonito na China e subiu ao pódio ao lado das melhores do mundo Foto: arquivo Pessoal

 

SUPCLUB:O Mundial da China foi um evento muito importante e você chegou forte no race sprint, ficando com o vice-campeonato, como foi está experiência?

 

MOAH: A China foi uma experiência única. Eu havia focado muito no Brasileiro de Sprint, pois ele poderia me tornar a Campeã Brasileira Geral e também por ter perdido por muito pouco em 2017 e em 2018, que fiquei em 3°, onde na melhor de três, venci uma bateria, mas errei feio nas outras duas.

Percebi que precisava focar um pouco na modalidade para terminar a prova feliz, independente do resultado, mas eu queria não ter falhas.

Esse ano tive um mês e meio para treinar apenas Sprint, mesmo mês das minhas férias no trabalho, era o que eu precisava, tempo livre, muito treino, muito descanso e muita vontade de vencer.

Após a vitória no brasileiro de Sprint, assumi a liderança do ranking e vi que o meus tempos eram competitivos em nível Mundial. Recebi um grande incentivo dos meus treinadores e aí surgiu um patrocínio para a viagem à China. Foi tudo muito rápido e uma surpresa. Eu estava bem confiante, sabia que não seria fácil, mas treinei e acreditei desde o início.

A experiência foi incrível, uma prova muito importante, disputando com as melhores do mundo.

Uma raia repleta de Campeãs e eu!  Jessika Souza, o narrador falava (rsrs). Realmente trazer uma medalha pra casa e subir no pódio ao lado delas me deu muito mais vontade de seguir.

SUPCLUB: Você está correndo o circuito com prancha nacional, como vê a evolução dos shapers no Brasil?

MOAH: Sim, estou competindo com as Pranchas da Compact, uma marca da Praia Grande- SP. Estou acompanhando de perto  a fabricação das pranchas há quase um ano e vejo que  a cada novo projeto a evolução vem acontecendo de forma rápida, estou muito feliz com essa parceria que vem trabalhando  com toda força para que eu tenha equipamentos competitivos.

Temos  shapers bons no Brasil. Existe ainda dificuldade de termos materiais e tecnologia de alto nível, como existe em outros países, mas mesmo assim a busca por conhecimento e a habilidade deles tem nos proporcionando pranchas de qualidade pelo Brasil e eu acredito que a tendência é melhorar cada vez mais.

720x710
Moah Jessika campeã Brasileira de Race Sprint 2019 Foto: Divulgação.

 

SUPCLUB: Este ano você travou uma disputa acirrada com a Lena e conseguiu conquistar seu primeiro título brasileiro na elite tanto no geral quanto no Sprint, já caiu a ficha?

 

MOAH: Ainda não caiu a ficha, Campeã Brasileira geral ainda não estava nos planos desse ano. Tivemos apenas duas provas além do Sprint, senti que de 2018 pra cá tive uma ótima evolução em relação a Lena, que é referência no esporte. As disputas foram ficando mais acirradas e divertidas, um estímulo para mim. Felizmente ganhei o sprint, pontuando o suficiente para levar o título geral do ano, ficando apenas 1 ponto na frente da Lena.

Esse tipo de disputa "acirrada"  te faz evoluir e focar ainda mais e acabamos ganhando atletas mais fortes para representar o país em provas internacionais e ainda tornar as competições nacionais mais intensas e atraentes.

SUPCLUB: Próximo desafio agora é o mundial da ISA em El Salvador, como está a preparação e qual expectativa?

MOAH: Para o Mundial de El Salvador estou mantendo meu foco ainda no Sprint, com intuito de trazer mais uma medalha para o Brasil, mas também vou participar da prova técnica.

Rafael Leão, meu treinador, acabou incluindo alguns treinos com ondas, mas não tá sendo fácil sair dos treinos do Rio para o mar mexido de Itanhaém. Estou tendo um pouco de dificuldade na parte mais técnica.

Race técnico é a modalidade que mais gosto e me divirto, então como a prova será na praia de Sunzal em El Salvador, não poderia perder essa oportunidade. Será uma competição com boas ondas, estou bem animada para pegar umas direitas de Race 14'

720x716
Sorriso no rosto e positividade esta é a marca registrada de Moah Jessika Foto: Divulgação.

 

SUPCLUB: Quais são seus planos para 2020?

 

MOAH: Para 2020 pretendo continuar competindo em alto nível e participar de outras provas internacionais.

Nos planos estão algumas etapas do Eurotour (Circuito Europeu de Stand Up), PPG Pacific Paddle Games, na Califórnia, a prova dos meus sonhos, e algumas outras. Mas tudo isso vai depender de encontrar um patrocínio que torne essas viagens possíveis.
Espero ter resultados expressivos durante o próximo ano.

SUPCLUB: Quais são seus apoiadores?

MOAH:

- Pranchas
Compact Stand Up Paddle e Surf Boards

-Treinamento específico (água)
Rafael Alexandre "Leão"

- Treinamento Físico (terra)
CETF Centro de Treinamento Físico
Prof. João Renato

- Acessórios
RCH Sports
Tomi Surf Capas

- Roupas
Maria Gallera

720x960
Moah Jessika durante sua rotina de treinos Foto: Divulgação.

 

SUPCLUB: Deixe um recado para a galera do Supclub:


MOAH: Acredite, sempre acredite!
Trabalhe duro, sem desculpas, para que tudo que você acredita não se perca na dúvida e na incerteza. Não dê margem para que seus desejos mudem de direção. Por tudo que você faz, você será recompensado de alguma forma, então não desista e continue batalhando, nada nessa vida é mágica e sim puro merecimento.

Agradeço de coração toda galera que acompanha, acredita e torce por mim, vocês são incríveis.

 

Veja também
Pesquisa na Austrália

Pesquisa na Austrália

Wetsuit à prova de tubarão

Sup News

Sup News

E-Foil Takuma

Leco dá a letra

Leco dá a letra

Direto do front

Starboard 2020

Starboard 2020

Para voar!

Aline Abad na bronca

Aline Abad na bronca

Remadora brasileira desabafa

Pelo Mar

Pelo Mar

Conscientização em Garopaba

Quilha elétrica

Quilha elétrica

Motor turbina remada

Atletas X Companhia Aérea

Atletas X Companhia Aérea

Atletas ficam na roubada

Aline Abad

Aline Abad

Experiência é a diferença

Airwave

Airwave

Reef artificial a caminho

SUP em Foco

SUP em Foco

Carol Barcellos dá a letra

Rastro do Swell

Rastro do Swell

Itapuã Out Off Control

Foil Board

Foil Board

Wing Foil

Foco em Barbados

Foco em Barbados

Léo Gimenes encara Soup Bowls

San Gallan

San Gallan

Direitas no deserto