MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Surfland
Piscina é realidade
Por Redação SupClub em 13/06/19
André Giesta, idealizador da Surfland, Gabriel Medina e Fernando Odriozola, sócio da Wavegarden, lançam o empreendimento em Garopaba.
1800x1080
Surfland Foto: Divulgação.

 

Com a presença de Gabriel Medina, de ícones do surfe brasileiro e de Fernando Odriozola, sócio e diretor comercial da Wavegarden, a Surfland foi lançada no último sábado (8) com uma grande festa em Garopaba, litoral sul catarinense.

 

O condomínio, que será comercializado no sistema de multipropriedade, receberá a piscina de ondas artificiais Cove 2.0, da tecnologia basca Wavegarden. Em fase final de ajustes, ela promete proporcionar 900 ondas por hora, entre esquerdas e direitas clássicas.

1024x683
Da esq. para a dir.: André Giesta, idealizador da Surfland, Gabriel Medina e Fernando Odriozola, sócio da Wavegarden, lançam o empreendimento em Garopaba. Foto: Renato Leal.

 

Em fevereiro de 2018, o Waves já havia adiantado em primeira mão que Odriozola teria desembarcado no Brasil para conhecer o ambicioso projeto comandado pelo empresário carioca André Giesta.

 

Cercado de expectativa, o Surfland ganhou forma e desde então conseguiu todos os registros e licenças ambientais para sair do papel. A construção na pacata praia do litoral catarinense vai começar nos próximos meses e as primeiras ondas artificiais devem quebrar em meados de 2022.

“É um sonho que se tornou realidade. Conseguimos criar um projeto muito especial e que convive em harmonia com Garopaba”, comenta André Giesta, que mora há 14 anos na cidade.

“Nós temos uma área de quase meio milhão de metros quadrados e ocupamos apenas 9% disso, sem cortar uma árvore. Temos um projeto muito bacana, encabeçado por pessoas capacitadas e preocupadas com a questão ambiental. A Surfland terá reaproveitamento de água, cuidado com as estações de tratamento de esgoto. Esse é um legado que pretendemos deixar”, acrescenta o empresário.

691x401
Surfland Foto: Divulgação.

 

No último sábado, no terreno onde será construído o condomínio, Giesta recebeu Gabriel Medina, Teco Padaratz, Renan Rocha, Ricardo Bocão e Fabio Gouveia, embaixadores do projeto ao lado de outros nomes como Everaldo Pato Teixeira, Carlos Burle, o skatista Pedro Barros e o judoca Flavio Canto. Sócio da Wavegarden, Fernando Odriozola foi um dos convidados e explicou como vai funcionar o modelo Cove 2.0.

 

Em fase final de ajustes, ele promete uma onda a cada 4 segundos, com cerca de 450 esquerdas e 450 direitas por hora. Serão sete tipos de ondas, em tamanhos que podem variar de meio a 1,9 metro e diferentes configurações para tubos, aéreos ou para surfistas iniciantes.

Com 25 mil metros quadrados (o equivalente a 20 piscinas olímpicas), a piscina terá 150 metros de extensão.

870x485
Surfland Foto: Divulgação.

 

“Creio que Garopaba é o ambiente perfeito para se construir uma Wavegarden. É uma cidade pequena, assim como San Sebastian, no País Basco, de onde venho. Aqui você pode mesclar as ondas da piscina com o mar. E é isso que buscamos, proporcionar aos surfistas e às famílias mais uma opção, porque sabemos que o mar não está sempre como gostaríamos”, afirma Odriozola.

 

1280x720
Surfland Foto: Divulgação.

 

“Se você vem passar duas semanas de férias em Garopaba, não é certeza que vai encontrar altas ondas, apesar de ser um dos melhores locais do Brasil. Na Espanha há uma estatística que diz que em apenas 35% do tempo as ondas quebram com qualidade. Creio isso aconteça aqui também. A vantagem da Surfland é que o surfe é garantido, e o modelo de negócio que nos foi oferecido trouxe uma combinação perfeita”, completa o diretor da Wavegarden.

 

Apesar da euforia gerada há alguns meses com o anúncio da primeira onda artificial do Brasil (em maio foi revelado a construção de outra Wavegarden, desta vez no interior de São Paulo), o modelo de Garopaba será de uso exclusivo dos condôminos da Surfland.

Para adquirir um apartamento, o preço inicial é de R$ 84.997,00. Isso dá direito ao uso da propriedade durante duas semanas por ano, uma na baixa e outra na alta temporada. Neste tempo, o hóspede terá direito a duas sessões diárias de aproximadamente 50 minutos cada, em diferentes partes da piscina.

Piscina de ondas da Surfland Brasil pode receber até 40 surfistas ao mesmo tempo em sistema de rodízio.

Gabriel Medina, que já está no Brasil para a etapa do Championship Tour a partir do dia 20 de junho em Saquarema (RJ), foi um dos surfistas a prestigiar o lançamento do projeto em Garopaba e comemorou a possibilidade de poder surfar no mar e em uma piscina de ondas no mesmo dia.

699x429
Gabriel Medina testa o protótipo da Wavegarden Cov2 2.0 na Espanha Foto: Divulgação.

 



“Como o Fernando falou, a gente ia para a Espanha competir o QS em Zarautz e em 20 minutos da praia já estávamos na Wavegarden. Quando o mar estava ruim ou sem onda a gente ia para a piscina treinar. Então, independente disso, é mais uma opção e um lugar que sempre vai ter altas ondas”, conta o bicampeão mundial.

“Vira e mexe estou por aqui visitando e Garopaba é um lugar que gosto de ficar. Tem altas ondas, a cidade é cercada pela natureza e a Surfland vai unir o útil ao agradável. Pelo projeto que está sendo construído também acredito que vai contribuir para o turismo de Garopaba e gerar um impacto positivo na cidade”, finaliza o Top brasileiro.

Veja o vídeo do Projeto:



Multipropriedade Diferente do time sharing, o sistema de multipropriedade traz ao comprador a escritura vitalícia e registro de fração imobiliária. Ou seja, o imóvel pode valorizar com o tempo e o comprador tem a opção de vender ou alugar a sua parte no futuro. Ele funciona no sistema de compartilhamento, com esquema semelhante a um resort.

Serão sete prédios horizontais, batizados em homenagem às praias da região. Cada comprador terá direito a duas semanas por ano no local, uma na baixa e outra na alta temporada. A prioridade na escolha das datas será revezada ao longo dos anos e a taxa de condomínio será de R$ 250 mensais.

“Estamos trazendo turistas de forma organizada. Este modelo é muito bacana porque vai trazer sempre uma quantidade de pessoas que fica durante uma semana e sai. A Surfland tem um limite máximo de capacidade. São turistas que vão poder usufruir de umas férias tranquilas, apenas com a preocupação de curtir o lugar”, garante Giesta.

Quem pretende aproveitar a comodidade oferecida pela Surfland e ser um dos frequentadores assíduos da piscina é o pernambucano Fabio Gouveia, que vive em Florianópolis, a cerca de 70 quilômetros de Garopaba.

“Muito legal fazer parte deste projeto. A primeira piscina de ondas que surfei foi em 1989 no Japão e naquela época a gente já falava que aquilo seria o futuro, porque estava começando a acontecer eventos especiais e tudo”, comenta Fabinho, que em 1993 faturou uma etapa do Championship Tour na extinta Ocean Dome, em Miyazaki.

“Mas daí começou aquela distância, as piscinas não vinham. Você via o anúncio de um projeto aqui, outro ali, mas sempre rumores. Mas eu lembro que a primeira vez que eu vi uma piscina de qualidade foi no ano retrasado, quando visitei a Wavegarden no País Basco. É muita onda, até mesmo a molecada saiu com o quadril empenado (risos). Tenho certeza que todo mundo vai sair de cabeça feita aqui em Garopaba também”, afirma Gouveia.

Assista ao vídeo de atletas em ação na onda:



Depois de apresentar o terreno, que fica localizado na divisa entre a praia do Rosa e o município de Garopaba, a Surfland ainda promoveu uma festa à noite na vizinha Ferrugem. O evento reuniu a comunidade local, atletas e outras personalidades.

Além da piscina de ondas, o condomínio contará com uma pista de skate desenhada por Pedro Barros, quadras de tênis, beach tênis, museu do surfe, restaurantes, pista de corrida, academia, yoga, espaço de meditação, spa e espaço kids.

Para mais informações sobre o projeto, acesse o site Surfland.

Veja também
SUP World

SUP World

Resgate na Ilha da Madeira

NOAA

NOAA

Previsão com mais precisão

San Gallan

San Gallan

Direitas no deserto

North Shore de Oahu

North Shore de Oahu

Homenagem a Sunny

Wavegarden

Wavegarden

Praia da Grama – Piscina de alto padrão

SUP

SUP

Remo Livre

Atleta SUP Race

Atleta SUP Race

Atualização de cadastro

Leonardo Gimenes

Leonardo Gimenes

DNA no SUP Wave

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

Diário de bordo

Reef artificial

Reef artificial

Webber cria conceito

Laird Hamilton

Laird Hamilton

Sessão quilométrica

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

10 dias no Pacífico

Danilo Couto

Danilo Couto

Big rider movimenta Salvador

FGSUP

FGSUP

Desenvolvimento é o foco

SUP World

SUP World

Zane Schweitzer