MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SUP Foil
SUP Foil: Perigosamente tentador
Por Bezinho Otero em 16/07/17
Bezinho Otero relata sua experiência surfando com o SUP Foil, uma nova vertente que começa a se popularizar e requer uma série de cuidados para ser praticada com segurança. Saiba mais.
Bezinho Otero, Barra da Tijuca (RJ). Foto: Gustavo Harada.
Bezinho Otero, Barra da Tijuca (RJ). Foto: Gustavo Harada.

O HydroFoil surgiu nos últimos tempos como a grande novidade nos esportes radicais (aquáticos) sendo um acessório capaz de gerar velocidade produzindo menos arrasto entre o equipamento e a água. Esse artefato, que já é uma febre em diversos esportes praticados dentro da água, tem sido destaque em varias mídias sociais mundo a fora dentro da comunidade do SUP. 

 

Foil e os esportes aquáticos:

 

Vários esportes aquáticos já utilizam a tecnologia do Foil para melhorar a performance de seus equipamentos, dentre eles temos os barcos a vela como os catamarãs da Americas Cup (uma das regatas mais conceituadas do mundo), o Nacra 17 (classe olímpica que agora utilizará o HydroFoil nos próximos Jogos em Tóquio 2020) e outros esportes radicais que, dentre vários Watermen, podemos destacar os vídeos em que o Kai Lenny aparece  usando o foil em pranchas de Surf, Kitesurf, Sup Wave, Sup Race e Bodyboard.

 

Novo aprendizado: 

 

Muito embora não seja um novo esporte, é um novo aprendizado, ou seja, basicamente você precisa reaprender a surfar. Aprender na prática a mecânica do movimento, aonde posicionar os pés, o equilíbrio do corpo e saber aonde e como o foil gera velocidade. Esses fatores são  fundamentais  para que você evoluir com esse acessório.

 

Cuidado com os outros:

 

Todas as vezes que coloquei o foil na agua foram em horários com poucas pessoas ou ninguém na água (maioria das vezes bem cedo). As regras de bons modos dentro da água devem ser respeitadas sempre, ainda mais com um objeto desses que pode causar sérias lesões. mantenha distância das demais pessoas na água para não atrapalhar e não correr o risco de machucar quem está em volta. Embora seja superdivertido, não é um equipamento que deva ser usado por um entusiasta despreparado.

 

Cuidado consigo mesmo:

 

O SUP Foil tem vida própria? Obvio que não, muito embora às vezes pareça que sim. Até pegar o "pé da prancha", entender na prática como funciona a mecânica do movimento, é bem comum a prancha rodar no seu pé no conhecido efeito chicote ou rabo de escorpião. Some a isso o fato do foil ser um objeto maciço e, mesmo não sendo afiado como uma lâmina, pode ocasionar cortes profundos. Aconselho dar uma lida nessa matéria do SUPCLUB sobre um alerta feito pelo Jamie Mitchell  após presenciar um acidente envolvendo um praticante de SUP Foil para entender o que pode acontecer e se prevenir do pior.

 

Ademais, é treinar, ter cuidado, respeitar o lineup e se divertir muito!

Veja também
The Canary Project

The Canary Project

Sup Surfing na Gran Canária

CBSurf

CBSurf

Presidência em xeque

Palm Springs

Palm Springs

Nova piscina a caminho

Mar Egeu

Mar Egeu

Aegean Classics

Maverikcs

Maverikcs

Outro lado da fera

Cloudbreak

Cloudbreak

Keahi de Aboitiz

Jorge Vicente

Jorge Vicente

Shaper falece no Sul

Recife artificial

Recife artificial

Projeto avança em Maricá

Big SUP

Big SUP

Diversão em Makaha

Wipeout of the Year

Wipeout of the Year

Caio Vaz entra na disputa

Deep Blue

Deep Blue

Gigante cruza o Havaí

Litoral brasileiro

Litoral brasileiro

As ondas mais raras

Noah Pronk

Noah Pronk

Parafina ecológica

Tubarão Touro

Tubarão Touro

Animal é capturado

CBSurf

CBSurf

Briga pelo comando

Hawaii

Hawaii

SUP nas big waves