MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Léo Gimenes
TOP no Rip!
Por Redação SupClub em 29/04/19
Léo Gimenes aproveitou esta temporada de boas ondas no litoral de São Paulo para poder colocar as manobras em dia.
Léo Gimenes Léo Gimenes Foto: Daniel Cruz
Léo Gimenes Léo Gimenes Foto: Daniel Cruz

Confira a matéria com o top da elite mundial de SUP wave Léo Gimenes:

SUPCLUB: Estes meses tem dado boas ondas em nosso litoral paulista, qual foi o melhor pico?

Léo Gimenes:  Realmente esses últimos 2 meses foram de swells bem constantes, dando onda em todo nosso litoral e para mim o melhor pico, em questão de ondas, foi Cambury num swell sólido que rolou altas ondas de 1.5m para mais, para um surf de high performance e tubos... e o pico na questão de que mais rendeu o surf, foi no lugar em que moro na praia do José Menino, divisa Santos-SV, onde as ondas principalmente para o sup wave são muito manobráveis e esquerdas abrindo muito, diversão sem fim.

SUPCLUB: Como estão os teinos fora da água?

Léo Gimenes:  Estou treinando e focado como nunca estive, cada vez mais confiante com meu corpo e surf, treino 2 vezes na semana no C.E.T.F. (Centro de treinamento físico) espaço em que já fazemos um trabalho de longo prazo há mais de 5 anos, focando bastante em potência, mobilidade, força  e cardio, que é essencial para mim e também toda semana faço pilates para ajudar na mobilidade e movimentos funcionais do surf, além de ter uma rotina bem agitada tendo a bike como forma de locomoção.

SUPCLUB: Alguma trip programada antes da segunda parada do tour?

Léo Gimenes:  Não tenho nenhuma trip para fora do país planejada até a etapa, mas quero fazer o máximo de trips pelo litoral norte e Guarujá, que são ondas com força para treinar o surf de manobras progressivas e high performance, não muito diferentes do que irei encontrar na 2ª etapa do tour em NYC, focando em aperfeiçoar cada vez mais as manobras.

SUPCLUB: E as pranchas qual está usando?

Léo Gimenes:  A prancha que mais tenho usado para treinar no dia-a-dia é minha New Advance 6’9”, que fiz especialmente para a etapa de New York do ano passado, é uma prancha que resultou de um trabalho com o shaper Neco Carbone, aprimorando as medidas de acordo com meu surf a cada prancha, até chegar nela e é uma das melhores pranchas de Sup que já tive, funciona muito bem até 1 – 1.5m, porém quando passa disso uso minha 7’3” que fiz para o Hawaii e é uma prancha apesar de maior, muito manobrável e com segurança.

SUPCLUB: Deixe uma dica para a galera que sempre busca ondas pelo litoral de São Paulo: 

Léo Gimenes:  Galera do surf, após eu finalizar duas temporadas havaianas, peguei bons e consistentes swells nas praias de Maresias e Cambury e conclui que essas ondas se comparam a força das ondas havaianas, tomei caldos aqui que não tomei lá, então temos que dar valor a o que temos aqui, são ondas ‘gringas’ com muito potencial e para quem estiver querendo evoluir o surf de tubos e performance, recomendo esses dois picos. Aloha!!!

Veja também
NOAA

NOAA

Previsão com mais precisão

SUP World

SUP World

Resgate na Ilha da Madeira

San Gallan

San Gallan

Direitas no deserto

North Shore de Oahu

North Shore de Oahu

Homenagem a Sunny

Wavegarden

Wavegarden

Praia da Grama – Piscina de alto padrão

SUP

SUP

Remo Livre

Atleta SUP Race

Atleta SUP Race

Atualização de cadastro

Leonardo Gimenes

Leonardo Gimenes

DNA no SUP Wave

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

Diário de bordo

Reef artificial

Reef artificial

Webber cria conceito

Laird Hamilton

Laird Hamilton

Sessão quilométrica

Pacific SUP Challenge 2019

Pacific SUP Challenge 2019

10 dias no Pacífico

Danilo Couto

Danilo Couto

Big rider movimenta Salvador

FGSUP

FGSUP

Desenvolvimento é o foco

Surfland

Surfland

Piscina é realidade

SUP World

SUP World

Zane Schweitzer