MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Super Especial
Viva as diferenças!
Por Redação SupClub em 31/08/18
Alan Mazzoleni , atleta de paddleboard e corridas de rua em cadeira de uso diário.
1080x725
Allan Mazoleni. Foto: Arquivo Pessoal

 

Nosso colunista Robson Surfista especial, segue nos enviando material sobre os super atletas que fazem do esporte um estilo de vida e servem de inspiração para todos nós!

O entrevistado desta semana é Alan Mazzoleni , atleta de paddle board e corridas de rua em cadeira de uso diário. É atuante na defesa dos direitos das pessoas com deficiência e palestrante do mesmo tema. Formado em Gestão Logística, foi presidente da ONG Viva as Diferenças e atleta de rugby em cadeira de rodas da equipe Tigres. Durante três anos, foi apresentador do programa Viva as Diferenças Site externo, que falava sobre inclusão da pessoa com deficiência, na Rádio ABC 1570 AM.

Confira:

552x369
Allan Mazoleni Foto: Arquivo

 



Qual deficiência, como a adquiriu e a quanto tempo?

Sou Alan Mazzoleni, tenho 40 anos, aos 26 anos sofri um acidente de carro, onde me encontrava no banco do passageiro, quando outro carro passou o farol vermelho, colidindo no que eu estava, chicotei o pescoço lesionando a cervical e fiquei tetraplégico. Hoje tenho tetraparesia, pois tenho movimentos de braço, mas não movimento os dedos da mão. E não foi o fim, foi uma grande mudança, uma nova forma de viver.

Pratica Peaddleboard a quanto tempo, como conheceu o esporte e que você acha da modalidade?

Conheci o paddleboard por meio de uma foto de um amigo surfista, que inclusive hoje é meu instrutor Ricardo Allmada. Ele estava remando com outro amigo que também é cadeirante o Careca, não sabia que se conheciam pois moram em cidades bem distantes. Perguntei o que estavam fazendo, e recebi o convite pra conhecer o esporte e desde 2015 venho remando, o bichinho do paddleboard me picou.

Vários fatores me fizeram gostar do paddleboard, um deles é a natureza, gosto muito estar em contato direto e nesse caso é no meio da água. Isso me dá um prazer sem explicação. Outro fator é que a água é acessível, nela eu posso ir onde todos que remam vão. Tudo isso energiza, faz bem pro corpo, mente e alma.

960x635
Allan Mazoleni. Foto: J.Mendes

 

Participou de alguns campeonatos?

 

Já participei de algumas provas, mas a que mais gosto é do Aloha Spirit que inclusive foi minha primeira em Ilha Bela, onde cheguei exausto, mas explodindo de felicidade. Faz um tempo que estou sem competir por questões particulares, mas volto assim que puder. E continuo treinando, remar paddleboard se tornou meu estilo de vida.

Tem alguma referência na modalidade?

Minha referencia na modalidade se tratando de paddleboard pra pessoas com deficiência é o Mark Mathesom, um americano que fez a prova mais longa e tradicional de  uma ilha a outra no Havaí o Molokai 2 Oahu, mais de 50 km remando em auto mar.

 

Veja também
Super Especial

Super Especial

Surf Adaptado em busca de recursos

Super Especial

Super Especial

SUPerando Limites

Super Especial

Super Especial

SUP e Surf Adaptado

Super Especial

Super Especial

Experiência de vida no esporte.

Super Especial

Super Especial

Paddle Training!

Super Especial

Super Especial

Winikenekes

Super Especial

Super Especial

Segurança na água

Super Especial

Super Especial

Pranchas adaptadas

Superar é preciso

Superar é preciso

Atleta motivado no SUP

Superação

Superação

Palestra foi um sucesso

SUP Inclusão

SUP Inclusão

Ubatuba abre espaço

Amor pelo mar

Amor pelo mar

Impossível não existe!

Campanha

Campanha

Renê Pereira faz campanha na internet

Acessibilidade

Acessibilidade

Stand Up Acessível

SupClub

SupClub

Buscando a Vitória