MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SUP World
Zane Schweitzer
Por Redação SupClub em 11/06/19
Havaiano discute a segurança em grandes ondas.
970x550
Zane Schweitzer Foto: Matty Schweitzer

 

Zane Schweitzer é conhecido como um grande waterman. Nascido e criado em Maui, no O havaiano Schweitzer cresceu praticando surfe, windsurf e standup paddle. Embora a pouca idade de 25 ele já surfou algumas das ondas mais intimidadoras do planeta, e reconhece que é importante priorizar a segurança em todas as situações e que todos têm limites diferentes.

Embora sua definição de "grande" possa ser muito diferente da de Schweitzer, as habilidades, técnicas e práticas de segurança necessárias para uma sessão bem-sucedida são essencialmente as mesmas. O Site americano SUPTHEMAG conversou com Schweitzer e pegou algumas de suas dicas para se manter seguro em ondas grandes e como não apenas sobreviver, mas prosperar, na zona de impacto.

Quais considerações de segurança você toma quando SUP surfa em ondas maiores?

Em surfe maior ou condições mais fortes / sérias, é sempre uma boa ideia reservar um tempo extra com a avaliação de risco.

Isso significa tirar um momento para estar presente em nosso ambiente e nos tornar conscientes de quaisquer elementos ao nosso redor que possam ajudar ou atrapalhar nosso tempo na água. Coisas como encontrar um lugar seguro para entrar e sair da água, estar ciente das áreas sobre o recife que as ondas quebram de forma mais consistente, e entender o vento e a direção da corrente devem ser anotadas antes de entrar na água.

Também é importante levar essa avaliação de risco até a verificação do equipamento e garantir que os parafusos da quilha estejam firmes e que sua cordinha estaja sólida, sem entalhes.

Depois de avaliar o seu equipamento e condições na água, avalie-se - respire, alongue-se, tenha um plano de e siga-o. Em caso de dúvida, não saia.

970x550
Zane Schweitzer Foto: Matty Schweitzer

 

Quais são alguns conselhos que você pode oferecer para remar em ondas pesadas?

 

Sair com ondas mais pesadas pode ser um desafio. A maior parte do tempo, sair com sucesso simplesmente leva a preparação para encontrar um lugar seguro e eficiente para entrar na água - idealmente com corrente ou canal. Você não quer desperdiçar energia ficando preso tomando onda na cabeça na zona de arrebentação.

Quando você sente que está preso em um desses ciclos, acho melhor nadar e deixar que a prancha se arraste atrás de você até que as ondas se acalmem. As ondas não estão chegando em uma ordem aleatória; sempre há uma frequência com a qual você pode se familiarizar. Ir com o fluxo da corrente e energia que está sendo enviada com as ondas é fundamental.

Saber usar o funco da prancgha para poder ultrapassar as ondas é fundamental, a minha estratégia é lançar minha prancha para cima e para cima, evitando uma colisão com a espuma quando eu mergulhar. Quando feito corretamente, isso permite que a prancha suba e ultrapasse a onda e esteja voltando para o oceano.

O que você faz quando fica preso na zona de impacto?

Quando preso na zona de impacto, é mais importante manter a calma. Faça o seu melhor para ir com o fluxo e evite desperdiçar energia, tentando entrar em sua prancha sem tempo suficiente. Em vez disso, é melhor nadar e deixar a correnteza fazer o trabalho para você - relaxe e deixe a prancha te puxar até que haja uma pausa nas ondas ou até que você seja empurrado para um local mais seguro.

Outra dica para quando você está sendo puxado debaixo d'água é relaxar o corpo, permitir que a prancha o empurre com força embaixo da água e, em seguida, estender a mão para baixo, enquanto sua mão superior está sobre a alça. Isso cria um pouco de um efeito aerodinâmico - quando o remo empurra para baixo, misturado com o momento em que a onda está puxando você, esse movimento eleva você à superfície. Mais do que tudo, é importante manter a calma, não entre em pânico e coloque sua mente em um lugar feliz. Segundos depois, você estará de pé.

970x550
Zane Schweitzer Foto: Matty Schweitzer

 

Como você se prepara para longos períodos de espera?

 

Faço yoga e trabalho respiratório diariamente, juntamente com o meu treino de standup paddle, que envolve muito cardio e resistência. Esta combinação de exercício diário é ótima para apnéia do pulmão e controle do sistema cardiovascular e eficiência de queima de oxigênio.

Mais do que qualquer outra coisa, é essa preparação que faz você se sentir confiante quando está embaixo d'água - com a preparação, a confiança te acalma.

Será que muitas das habilidades e técnicas de segurança que você usa em grandes dias de ondas se aplicam nos dias menores também?

Definitivamente sim! Estas estratégias de preparação e técnicas de treinamento para o surf em onda grande podem ser aplicadas a qualquer dia e qualquer esporte na água. Ser mais confiante em sua força, flexibilidade, fôlego e capacidade de ler o oceano e as condições ao seu redor mais prontamente são todas as coisas que aumentam a quantidade de tempo e a quantidade de diversão que podemos gastar (ou abaixo) na água.

Fonte: ASN

Veja também
Surf Lakes

Surf Lakes

Swell em Yeppon

Bahia capital do Surfski

Bahia capital do Surfski

Pan de Canoagem Oceânica

Pesquisa na Austrália

Pesquisa na Austrália

Wetsuit à prova de tubarão

Sup News

Sup News

E-Foil Takuma

Leco dá a letra

Leco dá a letra

Direto do front

Starboard 2020

Starboard 2020

Para voar!

Aline Abad na bronca

Aline Abad na bronca

Remadora brasileira desabafa

Pelo Mar

Pelo Mar

Conscientização em Garopaba

Quilha elétrica

Quilha elétrica

Motor turbina remada

Atletas X Companhia Aérea

Atletas X Companhia Aérea

Atletas ficam na roubada

Aline Abad

Aline Abad

Experiência é a diferença

Airwave

Airwave

Reef artificial a caminho

SUP em Foco

SUP em Foco

Carol Barcellos dá a letra

É campeã!

É campeã!

Moah Jessika

Rastro do Swell

Rastro do Swell

Itapuã Out Off Control

Foil Board

Foil Board

Wing Foil