MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Lokomaikaii
Histórias que se misturam
Por Redação SupClub em 06/02/19
Confira a matéria da nossa colunista que é fera quando o assunto é cultura polinésia.
Niterói X Ilha Grande 2019, Foto: Gabi Latini
Niterói X Ilha Grande 2019, Foto: Gabi Latini

Por Luiza Perin

Peço licença nesta coluna para misturar um pouco da minha história com a história da cultura polinésia. A paixão por travessias que movia os povos remotos do Pacífico para mais e mais ilhas é a mesma que nos dias de hoje move remadores para seus próprios desafios e descobertas.

Um dia eu sonhei em remar até a Ilha Grande. Eu tinha apenas 19 anos e estava a bordo de uma traineira com destino à Praia dos Aventureiros, na ilha, quando esta ideia de remar até lá, tal como nossos ancestrais indígenas deviam fazer, começou a me fascinar.

Sempre tive o hábito de fazer uma listinha de desejos no Réveillon e, por muitos anos na juventude, um dos tópicos destas listinhas era: “Comprar um caiaque e ir remando até a Ilha Grande”. Nesta época eu não imaginava que conheceria a canoa polinésia um dia, e não demorou muito para que eu comprasse minha tão sonhada embarcação: um lindo e imponente caiaque oceânico amarelo da Opium com compartimentos estanque com capacidade para 70 litros de carga onde eu acreditava que carregaria minha bagagem e também aquele sonho.

Mas então o destino me mostrou um outro caminho - ou uma outra embarcação - e logo nos primeiros anos da chegada da canoa no Brasil, ainda em 2005, conheci o esporte que inicialmente ficou conhecido como “canoa havaiana”. Foi ela que ganhou meu coração, e foi com ela que realizei aquele sonho. Remei do Rio à Ilha Grande pela primeira vez aos 29 anos, em 2010, dez anos depois daquela viagem de traineira. E ainda hoje, aos 38, continuo realizando este sonho. Já fiz o percurso Rio x Ilha Grande de canoa por cinco vezes, cada uma de maneira diferente, e todas elas sempre muito especiais. Há aqueles que indagam: “Já não basta, Luiza? Já não realizou o suficiente este sonho?” Eu explico que não, parafraseando o poeta Mário Quintana, pois “sonhar é acordar-se para dentro”. A cada vez neste percurso penso em muitos sonhos já realizados, e isto é sempre um novo despertar para dentro de mim.

Neste primeiro final de semana de fevereiro de 2019 foi a vez de compartilhar este sonho com outras 11 mulheres, todas remadoras do Itaipu Surf Hoe, escola de remadores de canoa polinésia que fundei em 2012 com meu marido Fabiano Faria e nosso grande amigo Fábio Valongo com o objetivo de compartilhar esta paixão por travessias e o respeito à cultura polinésia. Remamos da Praia de Itaipu, em Niterói, até a Praia do Abraão, na Ilha Grande, percorrendo a distância se 130km por 17,5 horas. Vimos a noite cair, remamos durante toda a madrugada e vimos o dia nascer naquele incansável “seguir em frente” em um bonito trabalho de força muscular, espírito de equipe e superação. Perceber junto de outras mulheres o quanto podemos conquistar usando nossa determinação é uma lição que nos leva muito além da Ilha Grande a bordo de uma canoa, é uma lição para a vida.

A equipe de mulheres niteroienses deste desafio foram: 

1-Luiza Perin
2-Tati Castella
3-Raysa Ribeiro 
4-Gabi Latini
5-Simone Condeixa 
6-Graça Faro 
7-Barbara Verorazzi
8-Fernanda Lima 
9-Ana Luiza Ramos
10-Derli Castro 
11-Bruna Mota 
12-Mariana Escanho



Aloha e até a próxima semana, com mais conteúdo sobre cultura polinésia! 

Veja também
VA'A

VA'A

Brasil faz história em Mundial de canoa polinésia

Novidade na Raia

Novidade na Raia

V3 estréia no Aloha

Ohana Canoe Club

Ohana Canoe Club

Clube promove Clínica

Canoa Havaiana

Canoa Havaiana

Va'a nos seus sentidos

Inclusão no esporte

Inclusão no esporte

Remando Para o Futuro

Va'a Pro Brasil

Va'a Pro Brasil

Búzios recebe etapa

Vendée VA´A 2019

Vendée VA´A 2019

Canoa Bahia Representa

Estadual de VA'A

Estadual de VA'A

Rio de Janeiro

França de Luto

França de Luto

Remador francês morre durante treino de downwind.

Olhar social

Olhar social

V1RJ

VISA 2019

VISA 2019

Briefing será no Sheraton Santos Hotel

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Ilhas Maricas

Volta à Ilha de Santo Amaro

Volta à Ilha de Santo Amaro

16 anos de história

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Tempo e condições climáticas.

Fera no Va’a

Fera no Va’a

Gabi Latini

CEM

CEM

Segurança no Mar