MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
Expedição kaleopapa
Ilha de Bom Jesus dos Passos á Ilha do Pati
Por Alex Araujo em 12/10/18
As expedições Kaleopada estão de vento em poupa nas ilhas da Baia de Todos os Santos - BTS
Expedição Kaleopapa. Foto: Kaleopapa Canoe Club
Expedição Kaleopapa. Foto: Kaleopapa Canoe Club
2544x1909
Expedição Kaleopapa Foto: Divulgação.

 

A segunda expedição, realizada quarta-feira, dia 10 de outubro de 2018, com saída de Bom Jesus dos Passos até a Ilha do Pati, possibilitou contemplar muitas ilhas, como Das Vacas, Maria Guarda, Bimbarras e Das Fontes. O percurso completo, com saída e chegada à Bom Jesus dos Passos, totalizou 15 km. Tais Ilhas possuem beleza natural exuberante, cobertas por manguezais de ressaltar os olhos. Suas áreas rasas, minimizam a coexistência com embarcações de maior porte, tornando o passeio ainda mais intimista e seguro.

 

A saída de Bom Jesus dos Passos foi marcante, visto que a equipe ainda tinha um desafio antes de iniciar a expedição, colocar a Kaleo na água. Para quem não conhece a Kaleo, trata-se de uma canoa forte, de grande resistência, e como tudo tem um preço, também é pesada, alcançando até 250 kg. Contudo, o Capitão Frank Faro, maestro de forma sabia todo o procedimento, e juntamente com a garra e disciplina da equipe, a Kalou foi para água.

Durante a amarração da ama, foi percebido grupos coletando mariscos na maré seca, sendo fotografados peguaris e sambás, muito comuns na região. Com a Kaleo montada, a equipe imua, rasgando as lindas e quentes águas da BTS, sentido Ilha do Pati. De início, apreciam as Ilhas das Vacas e Maria Guarda. Em seguida, se deparam com a bela ilha de Bimbarras, onde realizam a primeira parada, para se refrescar, e percebem que a região apresenta significativa presença de ouriços-do-mar.  

2816x2112
Expedição Kaleopapa Foto: Divulgação.

 

Dando andamento ao percurso traçado, fora avistada a Ponta de São João, na Ilha das Fontes e a Ponta do Ferrolho, pertencente ao município de São Francisco do Conde. Que faz saltar os olhos, ao notar a disputa diária do espaço natural entre navios e humanos. Todavia, ao entrar no canal do Pati, a natureza retoma a sua composição em força total e suas águas cristais e mansas revelam, ainda mais riquezas naturais, entres aves, peixes, moluscos e crustáceos.

 

Ao chegar a Ilha do Pati, a equipe busca a sombra mais próxima para reestabelecer as energias. De forma inusitada, são positivamente surpreendidos por moradores bastante receptivos, que oferecem cadeiras e um bom papo sobre a história do lugar, mostrando um pouco do artesanato, feito de conchas de sururu.

A equipe alimentada, foi conhecer a vila do Pati. Embora pequena, mostra graça e simpatia, além de uma bela vista da Igreja de São Roque, padroeiro dos moradores da Ilha. Outros pontos chamaram atenção dos expedicionários: Associação a Paz, o Bar do Alfredo, a escola e a estátua de Iemanjá na frente da praia. Especificamente, o bar do Alfredo, onde foram calorosamente recebidos pelos presentes, sendo oferecidas bebidas e quitutes. Todos muito curiosos para ouvirem sobre a expedição da Kaleopapa.

Próximo ao horário de zarpar, a equipe avista o regresso da pescaria de marisqueiros que trazem em seus clássicos baldes alguns moluscos e crustáceos recém coletados, tais como:
lambretas e siris de mangue.

A Kaleopapa clube se despede dos anfitriões e segue retorno à Ilha de Bom Jesus dos Passos.

Energizados e ainda inebriados com tanta disponibilidade de belezas e afetividade dos moradores, até então, desconhecidas pela equipe. Como poderiam imaginar, que residem tão próximos deste paraíso. Pode-se dizer que é um quintal privilegiado.

2112x2816
Expedição Kaleopapa Foto: Divulgação.

 

Ao chegar na Ilha de Bom Jesus dos Passos, a equipe finaliza com chave de ouro a expedição, conseguindo uma amarração para a imponente Kaleopapa, que se destaca, pela sua unicidade, entre outras embarcações e esportes náuticos no porto.

 

Vale destacar, que todas as ilhas visitadas, exceto Ilha das Vacas, são ocupadas por pessoas com forte relação com o habitat ao seu redor, inclusive a pesca. A receptividade e simplicidade, mostra que temos muito o que conhecer no nosso quintal, desde a nossa gente como os nossos diversificados recursos naturais.  

Por: Priscilla Malafaia

Veja também
VA'A

VA'A

Brasil faz história em Mundial de canoa polinésia

Novidade na Raia

Novidade na Raia

V3 estréia no Aloha

Ohana Canoe Club

Ohana Canoe Club

Clube promove Clínica

Canoa Havaiana

Canoa Havaiana

Va'a nos seus sentidos

Inclusão no esporte

Inclusão no esporte

Remando Para o Futuro

Va'a Pro Brasil

Va'a Pro Brasil

Búzios recebe etapa

Vendée VA´A 2019

Vendée VA´A 2019

Canoa Bahia Representa

Estadual de VA'A

Estadual de VA'A

Rio de Janeiro

França de Luto

França de Luto

Remador francês morre durante treino de downwind.

Olhar social

Olhar social

V1RJ

VISA 2019

VISA 2019

Briefing será no Sheraton Santos Hotel

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Ilhas Maricas

Volta à Ilha de Santo Amaro

Volta à Ilha de Santo Amaro

16 anos de história

Mestre do Mar

Mestre do Mar

Tempo e condições climáticas.

Fera no Va’a

Fera no Va’a

Gabi Latini

CEM

CEM

Segurança no Mar