MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
POAVA’A
Cultura havaiana em POA
Por Alex Araujo em 31/08/18
A canoagem deu início no Sava com os caiaqueiros denominados “lontras “.
960x720
POAVA’A Foto: Divulgação.

 

O Sava Clube tem 76 anos e é uma dos 4 Clubes náuticos da Zona Sul de Porto Alegre, voltado para várias modalidades de esportes náuticos, principalmente a vela: veleiros oceanos, monotipos (laser, dingue, outros) e Hobie Cat. O clube possui espaços para guardar as embarcações de sócios, hangar, marina e garagens para lanchas e jetski. O clube Organiza regatas e possui uma ampla estrutura social também, destacando-se a piscina que avança para dentro do Guaíba. Nos últimos anos cresceu significativamente a modalidade canoagem e SUP no clube. Possui em torno de 250 sócios.

 

Conversei com o Glauco Schultz que além de sócio é o atual presidente do clube, para saber como anda a cena da canoagem no estado.

Confira:

 

Como a canoagem foi introduzida no Sava?

 

A canoagem teve seu início no Sava com os caiaqueiros denominados “lontras “. Um Grupo de sócios remadores que se reuniam para fazer passeios à noite no Guaíba, com caiaques rotomoldados destinados para pesca. Caiaques de plástico, estáveis mas para pequenas distâncias. Com o tempo o grupo queria ir cada vez mais longe no Guaíba e foram pesquisar outros tipos de embarcações. Descobriram assim o surfski e a canoa havaiana, a VA’A, para uma ou duas pessoas. Depois para 6 pessoas. Nascia assim o grupo de canoagem voltado para expedições de longas distâncias no SAVA. Esse início ocorreu em 2013/2014

 

Que preparação a pessoa precisa ter para praticar o esporte?

A preparação para praticar o esporte é a motivação e determinação de mudar de vida. Me refiro ao início, para passear no Guaíba e contemplar a natureza. São embarcações estáveis, seguras e confortáveis  para qualquer idade, dos 8 aos 80! Mas já tivemos remadores com mais de 80 anos e menos de 8 na mesma canoa! Com o tempo os praticantes recebem  instruções de técnicas de remada, de postura  na canoa. Importante realizar os movimentos certos para não ocorrerem lesões e praticarem as remadas por mais tempo. Para os grupos que querem participar de campeonatos, eles recebem treinos específicos na água e na academia. Todas as atividades são supervisionadas  por um profissional formado em educação física e também promovemos avaliações médicas no próprio clube, com um médico dos esportes parceiro do POAVA’A. Importante as pessoas garantirem condicionamento físico e força para praticarem esse esporte, se exercitando em corridas, bikes ou na academia.

960x720
POAVA’A Foto: Divulgação.

 

É possível participar apenas do curso de canoagem sem necessitar integrar o quadro de associados?

 

Sim, o POAVA’A possui um contrato com o SAVA que permite que as atividades de canoagem e SUP sejam promovidas dentro do clube. Na condição de cessionário o POAVA’A pode receber não sócios para a prática do esporte, mas por um tempo determinado por dia e com uma valor mais alto do que para sócio. É uma forma dos não sócios frequentarem o clube e aos poucos as pessoas vão conhecendo, convivendo e optam por se associar para terem acesso livre às dependências do SAVA. Modelo de parceria que vem dando certo. A escola POAVA’A iniciou em agosto de 2017 e mais de 6 remadores já se associaram.

 

 

Como o clube se prepara (em questões técnicas e profissionais) para dar esse tipo de aula?

O clube não se envolve diretamente no treinamento dos atletas, mas apoia as equipes, já que estas levam o nome do SAVA para campeonatos Estaduais e Nacionais. O apoio ocorre na preparação dos equipamentos para o transporte e em alguns treinos na água, com o bote auxiliando na observação das equipes. A responsabilidade pelos treinamentos é do POAVA’A, que possui uma parceria com a Academia Sabadin, academia localizada dentro do Sava, para atuação como responsável técnico pelos treinamentos e acompanhamento dos alunos. Também contamos frequentemente com profissionais de outras escolas  de canoagem do Estado e de outros Estados que ministram cursos e oficinas sobre técnicas de remadas e tipos de treinamentos. Também temos uma parceria com um médico dos esportes para avaliações dos atletas. O próximo passo é avançarmos para parcerias com nutricionistas e fisioterapeutas. Temos como objetivo a criação de um Centro de Treinamento em Canoagem e SUP em Porto Alegre, que seja referência na prática desses  esportes, no que diz respeito à equipamentos, instruções técnicas e orientações de profissionais.

1242x826
POAVA’A Foto: Divulgação.

 

Aceitação das canoas havaiana e taitiana junto ao público ?

 

“As canoas havaiana e taitiana, também denominadas de canoa polinésia (wa’a,  va’a ou outrigger )  proporcionam uma remada confortável e estável para todas as idades. A remada em canoa para seis pessoas é realizada de forma sentada, sendo praticada lateralmente à embarcação, com um remo de uma pá. A remada nesse tipo de canoa possui adaptação imediata, devido à postura ser semelhante a que estamos acostumados, sentados em uma cadeira no cinema, escritório, almoço, etc... Mais do que imprimir força para fazer com que a canoa se desloque, é necessário sincronia, ou seja, acompanhar os demais remadores da frente no mesmo ritmo, sendo isso o que faz a canoa andar rápido. Por ser uma embarcação estreita é possível atingir grandes distâncias em pouco tempo, estimulando com que as pessoas desbravem locais  em torno de Porto Alegre (Ilha do Presídio, Lago Guaíba, Delta do Jacuí e Lagoa dos Patos, cidade de Guaíba, Gasômetro, etc) facilmente. As pessoas ficam impressionadas com as distâncias percorridas somente com a própria força do corpo. Por ter uma flutuador externo (a ama) fixado por hastes de madeira (os iacos) à canoa, torna a embarcação muito estável. Então, esse tipo de esporte  é atrativo em função do conforto, da velocidade e da segurança que proporciona para o amplo público. Sempre afirmo que a canoa havaiana ou taitiana é um esporte democrático, que pode ser praticado por pessoas de todas as idades e habilidades! Além disso, percebe-se que por se tratar de um esporte coletivo, não somente no sentido da prática da atividade em grupo, mas pelo fato de um remador necessariamente depender do outro para atingir o objetivo da remada, torna-se uma atividade física diferenciada, que depende da equipe, do companheirismo e do respeito às diferenças para que o deslocamento da embarcação ocorra. Somente essas características do esporte já seriam suficientes para explicar o grande crescimento da modalidade no Brasil, como um dos esportes náuticos que mais cresce no país. Mas junta-se a todas essas vantagens, os benefícios do contato direto com a natureza, a água, o vento, o nascer do sol, o pôr do sol, as marolas do Guaíba, os animais, a paisagem, a chuva e tudo o que faz com que as pessoas se conectem consigo mesmo, ampliando a percepção e as reflexões sobre o sentido do que nos acontece no dia a dia. Assim, remar em canoa havaiana ou taitiana é uma forma de se desligar da correria do dia a dia e, portanto, uma forma diferente e prazerosa de realizar uma “ meditação”, mas em movimento nas águas!

O POAVA’A, localizado no SAVA Clube, fomenta esse e outros esportes náuticos (caiaque, surfski e SUP), com turmas fixas durante a semana e passeios nos finais de semana e feriados.

E-mail: poavaasavaclube@gmail.com

 

Telefones (WhatsApp): 51 8133-8644 com Erisson ou 51 9997-6585 com Petros.

 

Visite a página do POAVA'A no Facebook: https://m.facebook.com/poavaa/

Veja também
3º Caiçara Va’a

3º Caiçara Va’a

Evento rola no Góes

V1 RJ 22 KM

V1 RJ 22 KM

Niterói recebe evento

Pailolo Challenge 2018

Pailolo Challenge 2018

SAMU manda notícias

Paiololo Challenge

Paiololo Challenge

SAMU faz história no Hawaii

Sul Americano de Va'a

Sul Americano de Va'a

Evento rola em Cabo Frio

Exemplo de superação

Exemplo de superação

Campeão mundial em destaque!

Direto do Front

Direto do Front

Equipe SAMU no Hawaii

Expedição da independência

Expedição da independência

Remada pelas águas da ilha grande.

Maui Nui Race

Maui Nui Race

Parece uma prova qualquer, mas não é.

Talento nato

Talento nato

Murilo segue para o Hawaii

Noronha Canoe Clube

Noronha Canoe Clube

Remando no Paraíso

III Desafio Yatch

III Desafio Yatch

Inscrições abertas!

kilakila II

kilakila II

Cerimônia Havaiana em Salvador

Homem do Mar

Homem do Mar

A hora de voltar

Va'a Pro Brasil

Va'a Pro Brasil

Resultados Oficiais