MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SUP Dicas
Cuidados com seu SUP
Por Neco Carbone em 03/05/16
O shaper Neco Carbone dá dicas importantes sobre cuidados que irão manter seu stand up bem conservado por muito mais tempo.
966x644
Se não houver sombra na praia ou na lagoa, cubra sua prancha com a capa (sem vesti-la) e se você estiver sem capa, cubra o SUP com areia, conferindo de tempos e tempos se ele não está muito quente. Foto: Sebastian Rojas.

 

O surgimento das pranchas de espuma revestidas com fiberglass revolucionou o surf. Essa tecnologia as tornou muito mais leves, manobráveis e com uma resistência considerável. Enfim, uma série de vantagens diretamente responsáveis pelo crescimento exponencial do esporte a partir de então. Em contrapartida, um ponto fraco que já fez muita gente dar adeus ao seu foguete prematuramente: os problemas com a exposição ao sol e calor. O que acontece é que esse tipo de construção, invariavelmente, armazena ar dentro da prancha e quando ela é exposta ao calor por muito tempo, esse ar interno aquece e expande , empurrando a camada de glass e fazendo com se descole da espuma, formando as famosas bolhas.

 

Só para esclarecer melhor, são utilizados dois tipos de espuma nas pranchas em geral. O poliuretano, que é um plástico semirrígido e poroso, mais utilizado nas pranchas de surf, e o EPS, o popular isopor, que é formado por pérolas agrupadas.

 

No caso dos SUP’s, como as dimensões e o volume são bem maiores, a melhor opção é o EPS, por ser bem mais leve do que o poliuretano e no glass a utilização de resina epóxi, resultando uma prancha razoavelmente leve pelas suas dimensões.

 

Quem já surfa está cansado de saber de tudo isso, mas, no caso do SUP, existem muitas pessoas que nunca tiveram uma prancha antes. Acredito que por isso tenho notado que há um grande número de stand up's prematuramente encaminhados para reparos, sendo que a maioria sofreu algum tipo de dano relacionado à exposição ao sol e ao calor. Isso tem acontecido no mundo tudo, e saiba que não ha nenhuma marca de prancha, nacional ou importada, que esteja imune a esse problema. A boa notícia é que com alguns cuidados básicos você poderá proteger a sua prancha e mantê-la conservada por muito mais tempo.

 

Começamos pele escolha da cor da prancha. Evite cores escuras, elas absorvem mais calor, logo, sua prancha aquecerá mais rápido. Mas vale lembrar que nem as brancas estão livres das ações do calor.

2759x1704
Depois do surf ou da remada, é essencial passar água doce na prancha. Foto: Sebastian Rojas.

 

O lugar onde você armazena sua prancha merece muita atenção. Descarte lugares onde a luz do sol incida diretamente. A prancha deve ficar na sombra, preferencialmente dentro de uma capa e em um lugar fresco. Mesmo que haja sombra, tome cuidado com lugares muito quentes também.

 

Quando transportar o SUP use uma capa refletiva. Elas minimizam os problemas, mas não te dão 100% de proteção. Nada melhor do que a sombra. Por isso, quando chegar ao seu destino, procure imediatamente por uma!

 

Caso o seu destino seja praia ou a lagoa e você não encontrar sombra por perto, use a capa colocada por cima (sem vestir a prancha), fazendo um telhadinho. Se você estiver sem capa e sem sombra, cubra a prancha de areia, e molhe-a de tempos em tempos. É bom sempre dar uma monitorada, checando se a prancha está muito quente. Assim você o pior. Vale lembrar que o carro debaixo de sol vira um forno, então, guardar a prancha dentro do carro nem pensar! São precauções simples, mas muita gente não está atenta a esses cuidados básicos.

 

O Professor Neno Matos, que tem uma escola de surf e stand up localizada no canto da Praia das Astúrias, hoje o point mais frequentado por supistas no Guarujá, me disse quase diariamente nota pessoas deixando a prancha “fritar” debaixo do sol e sempre que pode as orienta sobre os problemas que isso pode trazer. Neno entende bastante disso. Sua escola fica na areia da praia e ele precisa ter o máximo cuidado com suas pranchas, pois elas são seu instrumento de trabalho!

995x663
Transporte sua prancha sempre usando uma capa, de preferência de material refletivo. Foto: Sebastian Rojas.

 

Para finalizar, sempre que voltar do mar, procure lavar a sua prancha com água doce. O sal não é tão nocivo como sol, mas também pode reduzir a vida útil de seu brinquedo!

 

Recapitulando os cuidados com sua prancha:

 

1 – Escolha cores claras para sua prancha;

 

2 – Armazene sua prancha em lugares frescos e longe do sol;

 

3 – Transporte sua prancha dentro de uma capa refletiva;

 

4 – Antes ou depois da remada, deixe sua prancha na sombra;

 

5 – Se não houver sombra na praia ou na lagoa, cubra sua prancha com a capa (sem vesti-la);

 

6 – Se você estiver sem capa, cubra a prancha com areia, checando de tempos em tempo, se ela está muito quente;

 

7 – Lave sempre seu brinquedo com água doce.

 

Gostou das dicas? Então, saiba mais e confira nossa página SUP Dicas clicando aqui.

 

Veja também
SUP Dicas

SUP Dicas

Alimente-se bem para surfar melhor ainda

Remada noturna

Remada noturna

5 dicas para remar durante a noite

SUP Dicas

SUP Dicas

4 erros básicos de remada (e como corrigi-los)

Reflexão

Reflexão

O que te faz feliz de verdade?

SUP Dicas

SUP Dicas

Diferenças básicas em fundos e outlines de um stand up paddle

SUP Dicas

SUP Dicas

6 alimentos que irão turbinar seus treinos

Humor

Humor

Arquétipos do stand up paddle

SUP Dicas

SUP Dicas

Dores no ombro

Guia de inverno

Guia de inverno

Testamos o Mormaii Flexxxa Neo

SUP Dicas

SUP Dicas

A importância do leash

SUP Dicas

SUP Dicas

Big SUP surfe

SUP Dicas

SUP Dicas

Remar é qualidade de vida

SUP Dicas

SUP Dicas

Crianças e os watersports

SUP Dicas

SUP Dicas

Iniciação no surfe de stand up paddle

SUP Dicas

SUP Dicas

Acampar numa SUP Trip

SUP Dicas

SUP Dicas

Cartilha da etiqueta do SUP Surfista.