MENU COMPETIÇÕES GUIA WAVESCHECK
SUP Dicas
Dores no ombro
Por Luciano Meneghello em 11/08/17
Entenda quais são os sintomas que apontam quando é a hora de dar um descanso para seus ombros.
709x397
Dores persistentes são um sinal de alerta e podem evoluir para uma lesão grave se não tratadas a tempo. Foto: Reprodução.

 

Se você rema há algum tempo é muito provável que já tenha sentido dores em seus ombros pelo menos uma ou duas vezes e talvez até mesmo tenha ficado fora da água por alguns dias para se recuperar.

 

Sentir dor nos ombros é inerente à atividade física que praticamos, porém, dores persistentes são um sinal de alerta. Normalmente, alguns dos motivos mais comuns que podem levar o remador a sentir dores nos ombros são a falta de aquecimento antes da prática, falta de alongamento após a prática, o uso de um remo de tamanho errado, má técnica, esforço repetitivo e sobrecarga de exercícios - ou combinação de dois ou mais casos.

 

327x409
Na ilustração, a complexidade envolvida na articulação de nosso ombro. Foto: Reprodução.

Músculos e tendões

 

Quando um músculo ou tendão é forçado além do seu limite lesões microscópicas irão ocorrer. A inflamação é na verdade uma parte normal do processo de cura. Até ai, tudo bem. Inclusive a musculatura se desenvolve à partir desse processo de reparação de dano (microrrupturas).

 

No entanto, se o músculo ou o tendão não consegue tempo suficiente para se recuperar antes que seja submetido à mesma atividade, a inflamação pode se tornar crônica e causar danos progressivos para os tecidos.

 

A atividade da remada gera um atrito entre os tendões e músculos do ombro que pode evoluir para a irritação e inflamação, mais conhecida como tendinite do manguito rotador ou tendonosis. 

 

Além disso, esse movimento pode comprimir a bolsa sub-acromial, um saco contendo uma pequena quantidade de líquido lubrificante, que está entre os músculos e tendões do ombro, na parte frontal, causando o problema conhecido bursite.

 

Atenção a dores prolongadas

 

Por isso, fique atento aos primeiros sinais de dores contínuas em seus ombros e veja se não está cometendo alguma das falhas acima descritas. Avalie também se está com o equipamento certo e não se esqueça de se aquecer (que é diferente de se alongar) sempre antes de iniciar sua remada. O Aquecimento é um dos aspectos mais importantes, pois atua na transição do organismo do estado de repouso para a ação.

 

Atividades paralelas como yoga, ginástica funcional e pilates são muito boas para um trabalho de fortalecimento. Fique atento aos primeiros sinais de dores persistentes. De um tempo para seu corpo e, de preferência, converse com um ortopedista.  

Veja também
SUP Dicas

SUP Dicas

6 alimentos que irão turbinar seus treinos

Humor

Humor

Arquétipos do stand up paddle

Guia de inverno

Guia de inverno

Testamos o Mormaii Flexxxa Neo

SUP Dicas

SUP Dicas

A importância do leash

SUP Dicas

SUP Dicas

Big SUP surfe

SUP Dicas

SUP Dicas

Remar é qualidade de vida

SUP Dicas

SUP Dicas

Crianças e os watersports

SUP Dicas

SUP Dicas

Iniciação no surfe de stand up paddle

SUP Dicas

SUP Dicas

Acampar numa SUP Trip

SUP Dicas

SUP Dicas

Cartilha da etiqueta do SUP Surfista.

SUP Dicas

SUP Dicas

Cinco benefícios do Stand Up Paddle para a saúde

Qualidade de vida

Qualidade de vida

Uma academia a céu aberto

Diversão

Diversão

Quiz SupClub #1 - Respostas

Diversão

Diversão

Quiz SupClub #1

SUP Dicas

SUP Dicas

Remando no Frio